Translate

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

BOLO AMANTEIGADO RECHEADO COM MOUSSE DE MORANGOS


O Natal é uma época de emoções e confraternizações com a família, amigos e colegas de trabalho. E o que seria destes momentos sem as deliciosas conversas e lembranças em torno de uma mesa com várias guloseimas salgadas ou doces? 
bolo; Natal; bolo decorado; morango; bolo amanteigado
Este ano não fiz o encontro em minha casa e nem tampouco viajamos. Passamos a noite de natal na casa de minha sogra que preparou uma pequena ceia de Natal com muito carinho.
Para esta ocasião fiz um pequeno bolo amanteigado de baunilha, recheado com mousse de morangos e decorado com chantilly e geleia de morangos.
bolo; Natal; bolo decorado; morango; bolo amanteigado
Para o mousse e a geleia, eu usei morangos congelados. Na decoração, além do chantilly e da geleia de morangos, usei alguns morangos frescos (in natura).
Parece brincadeira, mas no Nordeste comprar morangos congelados é mais barato do que comprar os frescos. Além do preço, o fator de qualidade também conta. Normalmente, os congelados são selecionados, mais vermelhos e graúdos.
Os morangos in natura, para chegarem firmes e inteiros no Recife, são colhidos precocemente. Como os morangos não continuam a amadurecer após serem colhidos, perdem no tamanho, na cor e no sabor. Sua durabilidade também é pequena: 3 dias em geladeira se forem devidamente higienizados.
INGREDIENTES:
BOLO:
  • 3 claras de ovo
  • 3 gemas de ovo
  • ½ tablete de manteiga sem sal em temperatura ambiente (100 g) 
  • 3/4 xíc/chá de açúcar refinado
  • ½ xíc/chá de leite (100 ml)
  • 1½ xíc/chá de farinha de trigo
  • ½ c/chá de sal (em caso de você ter usado a manteiga sem sal)
  • 1 c/sobremesa de fermento em pó
  • ½ c/chá de essência de baunilha ou raspa de limão (opcional)
CALDA
  • 1 xíc/chá de água
  • 1 xíc/chá de açúcar
  • ½ c/chá de essência de baunilha ou raspa de limão
RECHEIO: MOUSSE DE MORANGO
  • 1 lata de leite condensado (395 g)
  • 200 g de morangos
  • 1 c/sopa de manteiga (veja a dica no modo de fazer)
  • 1 caixinha de creme de leite (200 ml) (ou 1 latas sem o soro)
  • 9 g de gelatina incolor sem sabor 
  • corante comestível vermelho (pasta ou líquido) a gosto - opcional
GELEIA DE MORANGO (recheio e finalização da decoração)
  • 400 g de morangos
  • 200 g de açúcar cristal ou refinado
  • Suco de meio limão
CHANTILLY (decoração apenas do topo do bolo)
  • 1 caixa de creme para chantilly (200 ml)
  • 1 c/sopa de açúcar de confeiteiro
  • 1/2 c/chá de essência de baunilha ou suco de limão
MODO DE PREPARO:
BOLO:
  1. Unte e enfarinhe uma forma redonda com 20 cm de diâmetro. Reserve.
  2. Pré-aqueça o forno a 180 °C.
  3. Separe os ingredientes necessários. Desta forma você tem a certeza de ter todos os ingredientes e não perder tempo procurando ou medindo.
  4. Bata as claras em neve na batedeira. Passe para uma vasilha e reserve.
  5. Na batedeira, bata a manteiga com o açúcar até ficar um creme esbranquiçado.
    Dica: durante o processo, raspe as laterais da tigela da batedeira com uma espátula, para que a mistura fique bem homogênea.
  6. Acrescente as gemas aos poucos, uma gema por vez. Bata bem.
     
  7. Junte a farinha de trigo e o leite alternadamente. Comece e termine com a farinha de trigo. Caso tenha usado a manteiga sem sal, acrescente o sal neste momento. Na última xícara de farinha de trigo, acrescente o fermento em pó. Misture bem. Dica 1: Para não formar uma nuvem de farinha, use uma espátula para misturar a farinha. Bata com a batedeira ao acrescentar o leite. Na última adição da farinha misture com a espátula e passe para a batedeira em seguida. Bata o suficiente para a massa ficar homogênea. Não bata muito para que o glúten não seja liberado e deixe a massa pesada. Dica 2: A opção pela manteiga sem sal é para controlar melhor a quantidade de sal adicionada na receita. Como eu usei a manteiga com sal, não acrescentei sal.
  8. Adicione a essência de baunilha ou raspas de limão. Misture. Dica: Eu usei a essência de baunilha.
  9. Acrescente a clara em neve à massa e misture. Para facilitar, coloque metade da clara por vez.
  10. Despeje a massa na forma já preparada.
  11. Bata a forma levemente no balcão para a massa assentar de maneira igual em toda a forma.
  12. Asse em forno pré-aquecido a 180°C por 45 a 55 minutos. Faça o teste do palito.
  13. Retire do forno e deixe esfriar antes de desenformar.
CALDA: (eu preferi usar calda de pera de uma conserva que fiz a pouco tempo. O doce acabou, mas sempre fica um pouco de calda. O link para esta postagem é http://teresacintra.blogspot.com.br/2017/05/doce-de-peras-em-calda.html).
Abaixo deixo a receita de uma calda neutra para bolos. 
  1. Junte todos os ingredientes em uma panela pequena. Misture com uma colher.
  2. Leve ao fogo brando, mexendo de vez em quando até que todo o açúcar esteja dissolvido.
  3. Empregue a calda morna ou fria.
RECHEIO: MOUSSE DE MORANGO (prepare o recheio próximo do horário de montar o bolo).
  1. Hidrate e dissolva a gelatina em banho-maria. Reserve. Dica: Não ferva a gelatina.
  2. Coloque os morangos picados, o leite condensado e a manteiga em uma panelinha e leve ao fogo para cozinhar um pouco os morangos. Assim que perceber que os morangos estão cozidos (não precisa engrossar muito o doce) desligue o fogo. Deixe esfriar antes de continuar. Dica: como o morango fresco é uma fruta que estraga muito rápido, este cozimento irá aumentar a sua duração. Você pode simplesmente amassar os morangos na panela e cozinhar sem o leite condensado. Neste caso o leite condensado será acrescentado posteriormente e não há a necessidade de acrescentar a manteiga. A manteiga é apenas para evitar de grudar na panela. Acho que na próxima vez é como farei, bem mais simples e prático.
  3. Assim que a mistura anterior estiver fria, junte com o creme de leite no liquidificador. Bata bem.
  4. Se achar que a cor não ficou vermelha o suficiente, acrescente um pouco de corante comestível vermelho (gotas ou pasta gel). Eu acrescentei um pouco de corante. Mas, não exagere.
  5. Com o liquidificador ligado acrescente a gelatina dissolvida. Bata até ficar uma mistura bem homogênea. 
  6. Guarde o recheio na geladeira até a hora de usá-lo. Dica: evite fazer com muita antecedência para a gelatina não endurecer antes da montagem.
GELEIA DE MORANGO (Pode ser preparada com antecedência e guardada na geladeira).
Use geleia de morango pronta ou faça a sua geleia caseira de morango (receita  AQUI)Dica: Pique os morangos em pedaços graúdos para que fiquem aparentes na geleia. 

CHANTILLY (Prepare apenas no momento em que for desenformar o bolo já recheado para decorá-lo. Conserve na geladeira até o momento de usar). Esta quantidade é apenas para o topo do bolo. 
  1. Deixe o creme para chantilly na geladeira por no mínimo 12 horas. Veja as orientações no rótulo da caixinha. Dica: Pode ser usado o creme de leite fresco.
  2. Em uma batedeira, coloque o chantilly bem gelado e bata em velocidade baixa por 1 minuto.
  3. Passe para a velocidade média, acrescente o açúcar de confeiteiro e bata por mais 3 minutos ou até que o chantilly fique firme.
    Dica: cuidado para não ultrapassar o ponto. O ponto certo é quando levantar as pás da batedeira e o chantilly não cair.
  4. Junte a essência de baunilha para saborizar. Misture. 
  5. Conserve na geladeira até o momento de usar.
MONTAGEM DO BOLO: para a montagem você vai precisar do bolo, da calda, da geleia e do recheio tipo mousse.
  1. Desenforme o bolo frio.
  2. Assim que desenformar o bolo, lave e segue a forma. Dica: como o bolo retraiu após esfriar, ficando um pouco menor que a forma. Eu coloquei uma tira de papelão rodeando internamente a forma. Para o papelão não ter contato com o bolo e o recheio. Forrei com plástico. Basta abrir um saco usado para embalar alimentos e forrar o interior da forma. Eu optei pelo papelão depois que coloquei a primeira camada, a umedeci com a calda e coloquei a geleia. Sugiro que vocês coloquem o papelão antes se for necessário.
  3. Corte o bolo em 3 camadas. Dica: Use uma faca longa de serra ou use um carretel de linha ou fio de nylon. Desta vez eu usei uma faca.
  4. Coloque a primeira camada do bolo no interior da forma. Cuidado para não quebrar.
  5. Fure com um garfo e molhe com a calda neutra, de pera ou outra de seu gosto. Eu usei a de calda da compota de pera como já postei. O sabor é bem suave e não irá comprometer o sabor.
  6. Passe uma camada fina de geleia de morango sobre o bolo.
  7. Despeje metade do recheio sobre a camada do bolo. Dica: o ideal é que o recheio esteja um pouco mais encorpado. Mas, cuidado para que a gelatina não solidifique completamente.
  8. Coloque a 2ª camada do bolo com cuidado para não quebrar.
  9. Repita a operação feita anteriormente. Fure a camada com um garfo, umedeça com a calda e espalhe um pouco de geleia por cima.
  10. Despeje o restante do recheio.
  11. Fure a última camada do bolo e umedeça-a com a calda. Coloque a 3ª camada na forma.
  12. Cubra o bolo com o plástico excedente e leve à geladeira até o momento para desenformar. O ideal são 8 horas para firmar bem o recheio. 
DECORAÇÃO DO BOLO: Deve ser feita pouco antes do evento.
  1. Providencie todos os materiais com antecedência. Bolo montado com recheio firme, chantilly (preparado no dia de decorar o bolo), geleia de morango para a decoração (pode ser preparada com antecedência), morangos frescos higienizados, prato em que será servido o bolo, colher ou espátula para espalhar o chantilly, saco de confeitar com bico de sua preferência. Dica: Como é natal, escolhi um prato temático que fiz para estas ocasiões. Para quem quiser saber como é feito é só clicar AQUI.
  2. Desenforme o bolo sobre o prato em que será servido. Retire o papelão e depois o plástico. 
  3. Cubra o topo do bolo com uma camada fina de chantilly. Use uma espátula para alisar.
  4. Coloque o restante do chantilly em um saco de confeitar com um bico pitanga (ou outro de sua preferência).
  5. Decore o bolo ao seu gosto. Aqui vai a minha sugestão.
  6. Se sobrar chantilly decore a base do bolo.
  7. Use uma colher de chá para preencher os espaços entre as rosas e pitangas geleia de morango.
    bolo; Natal; bolo decorado; morango; bolo amanteigado
  8. Corte os morangos ao meio no sentido do comprimento e decore a gosto.
    bolo; Natal; bolo decorado; morango; bolo amanteigado
  9. Conserve o bolo em geladeira até o momento de servir.
Mais uma vez, optei em decorar apenas o topo do bolo. Deixei as laterais sem cobertura. Sei que a concepção de bolo pelado (Naked Cake) não é exatamente esta. O recheio ficou marcado pelo plástico. Talvez se eu tivesse colocado uma tira de papel manteiga entre o bolo e o plástico antes da montagem, ... (fica a dica). Mas, ficou interessante.

E, ao final da ceia de Natal, chega a hora de adoçar os sentidos. Hora de cortar o bolo e celebrar o nascimento de Cristo.
bolo; Natal; bolo decorado; morango

Eu sempre fico na expectativa do resultado final. O momento mais importante, conferir o sabor.
bolo; Natal; bolo decorado; morango

Huuummm, que delícia. 😋😋😋
bolo; Natal; bolo decorado; morango; bolo amanteigado

Um pedaço aqui, outro ali e o bolo foi diminuindo, para alegria e felicidade de quem o fez. Eu. Sinal de que quem provou, aprovou.
bolo; Natal; bolo decorado; morango; bolo amanteigado
bolo; Natal; bolo decorado; morango; bolo amanteigado

Beijocas e até a próxima postagem que pode ser arte, guloseima ou companhia.
BOM APETITE!!!
Obrigada pela visita. Um abraço carinhoso a todos.
                   Teresa Cintra

segunda-feira, 25 de dezembro de 2017

FELIZ NATAL E PRÓSPERO ANO NOVO!


Então é Natal, ...















Que o espírito do Natal nos contagie e traga mais união entre os povos.
Que o sentimento de fraternidade e ternura, tão comum nesta época, permaneça em nossos corações a cada dia de 2018.

BOAS FESTAS E UM FELIZ ANO NOVO!!! 

domingo, 17 de dezembro de 2017

Navegar é preciso - Fernando Pessoa

poemas; poesias; frases; pensamentos
Fernando Pessoa (1888 - 1935) foi um brilhante escritor e poeta da língua portuguesa. 
Nasceu em Lisboa, viveu parte de sua infância em Durban (África do Sul), retornou à Lisboa em 1905 onde permaneceu até sua morte prematura aos 47 anos de idade.
Apesar da curta vida, Fernando Pessoa deixou várias obras literárias, poesias e prosas. Algumas ele assinava o próprio nome, outras usava pseudônimos, entre eles Álvaro de Campos, Alberto Caeiro e Ricardo Reis.
Um forte abraço e obrigada pela visita.
                                          BOM DIA!!!

Poema de Cecília Meireles


domingo, 10 de dezembro de 2017

UM POEMA GEOLÓGICO

Poesia de Miguel Torga (1907 a 1995)
Ainda me sinto influenciada pela experiência maravilhosa em Porto, Portugal. Foi uma viagem que ficou registrada em meu coração. E, ao ler este poema, toda a emoção veio à tona e fui transportada, novamente, às águas do Douro. 
Compartilho com vocês um pouco deste momento.
"O Douro sublimado. 
O prodígio de uma paisagem que deixa de o ser à força de se desmedir. 
Não é um panorama que os olhos contemplam: é um excesso da natureza. 
Socalcos que são passadas de homens titânicos a subir as encostas, volumes, cores e modulações que nenhum escultor, pintor ou músico podem traduzir, horizontes dilatados para além dos limiares plausíveis da visão. 
Um universo virginal, como se tivesse acabado de nascer, e já eterno pela harmonia, pela serenidade, pelo silêncio que nem o rio se atreve a quebrar, ora a sumir-se furtivo por detrás dos montes, ora pasmado lá no fundo a reflectir o seu próprio assombro. 
Um poema geológico. 
A beleza absoluta."
                Miguel Torga
Este poema de Miguel Torga, poeta e escritor duriense do século XX, foi uma homenagem ao Rio Douro. As fotos são de minha autoria, todas tiradas na viagem recente à Porto.
Um forte abraço e obrigada pela visita.
                                          BOM DIA!!!