Translate

domingo, 5 de julho de 2015

PÃO COM CARÁ

PÃO CASEIRO COM CARÁ
CULINÁRIA; LANCHE; PÃO; cará; pão caseiro; fermento biológico

Originário da África, das ilhas de Cabo Verde e São Tomé o Cará veio para o Brasil pelos africanos escravizados.
O cará, também conhecido como caranambu, caratinga, cará-de-folha-colorida, cará-liso, cará-de-pele-branca, inhame-da-Costa, inhame-São-Tomé, inhame-cará ou inhame-do-norte, é um tubérculo de alto valor energético e fonte de vitaminas do complexo B, principalmente B5 (Niacina) e B1 (Tiamina), rico em fibras. Estimula o apetite e auxilia no processo digestivo. Há quem afirme que o ele beneficia o sistema imunológico e inibe a ação de radicais livres.
Apesar de ser da mesma família do inhame e em certas regiões do Brasil ser chamado de inhame-cará, possui características bem diferenciadas: é grande e sem pelo. Já o inhame é redondo e peludo.
Na culinária, pode ser preparado cozido, assado ou frito e até mesmo na forma de mingau doce. Tanto o inhame ou o cará são utilizados em sopas, saladas, ensopados de carnes de panela, cozidos em água e sal para substituir o pão ou como ingrediente de pão caseiro, bolos e biscoitos.
Meu marido e filho adoram comer cará cozido com requeijão ou acompanhado de queijo coalho assado ou carne guizada. 
Já eu e minha filha não somos muito fãs deste tubérculo em sua forma original. Preferimos o seu consumo como ingrediente de alguma receita que não deixe o seu gosto e aspecto tão aparente. Como no caso do pão que trago hoje para vocês. 
CULINÁRIA; LANCHE; PÃO; cará; pão caseiro; fermento biológico

PÃO CASEIRO COM CARÁ

INGREDIENTES:
  • 1 envelope de fermento biológico seco
  • 1 c/sopa de açúcar
  • 1/2 xíc/chá de água morna (100 ml)
  • 400g de cará cozido e espremido
  • 1/4 xíc/chá de azeite ou óleo (50ml)
  • 2 ovos
  • 2 e 1/2 c/chá de sal
  • 3 e 1/2 xíc/chá de farinha de trigo peneiradas
  • 1 gema de ovo com 1 c/chá de óleo para pincelar
  • Queijo ralado para polvilhar
MODO DE PREPARO:
  1. Prepare o cará: Descasque o cará colocando-o imediatamente em água para não escurecer. A água irá ajudar a retirar parte da baba gosmenta que ele solta, ao ser descascado. Corte em fatias grossas e ponha em uma panela cobrindo tudo com água. Leve ao fogo para cozinhar, não muito macio ou desmanchando. Escorra a água e amasse com um garfo ou use o amassador de batatas. Deve ficar tipo um purê.  
    Dica 1: Nunca use o mixer ou processador para fazer este processo ou ele fica tipo um grude sem condições de ser consumido. Deixe esfriar para ser usado. Reserve. Dica 2: Para que você obtenha a quantidade de cará solicitada na receita, leve em consideração a casca e possíveis irregularidades. Portanto, compre uma quantidade maior da quantidade necessária. Pese o cará depois de cozido e descascado. 
  2. Prepare a esponja: Em uma vasilha junte o fermento biológico, o açúcar e a água morna. Misture. Acrescente 1/2 xíc/chá de farinha de trigo. Mexa tudo. Cubra a vasilha e deixe em repouso por 15 minutos ou até que se forme a esponja.
  3. À parte, junte o  purê de cará, o azeite e os ovos. Misture ligeiramente.
  4. Junte a esponja com a mistura de cará.
  5. Acrescente a metade da farinha de trigo e mexa com uma colher ou espátula.
  6. Polvilhe uma superfície (madeira, granito, mármore) com farinha de trigo, coloque a massa e vá acrescentando o restante da farinha aos poucos, sovando a massa com as mãos. Importante não bater a massa, apenas faça movimentos de enrolar e esticar, virando a massa para que fique uniforme. Dica: Não ponha muita farinha para a massa não ficar muito pesada. Pare de acrescentar a farinha assim que não grudar mais nas mãos. A massa deve ficar lisa, elástica e levemente pegajosa ao ser apertada com a ponta dos dedos.
  7. Faça uma bola com a massa e ponha em uma vasilha. Cubra e deixe repousando até dobrar o volume (30 a 60 minutos). Dica: O tempo irá depender da temperatura ambiente. Em dias frios o fermento leva mais tempo para agir.
  8. Enquanto espera a massa crescer, prepare as formas para assar o pão. Unte a forma com óleo e polvilhe farinha de trigo. Reserve. Dica: Eu optei por usar duas formas de bolo inglês. Você pode usar um tabuleiro (assadeira).
  9. Abaixe a massa com o punho e divida a massa em duas partes.
  10. Modele os pães e coloque-os nas formas. Deixe crescer por mais 20 minutos.
  11. Enquanto espera o crescimento dos pães, pré-aqueça o forno a 180 C.
  12. Com uma faca afiada faça cortes na superfície dos pães.
  13. Pincele os pães com a gema misturada com o óleo.
  14. Polvilhe queijo ralado (parmesão) nos pães.
  15. Asse em forno pré-aquecido a 180º C por 30 a 40 minutos. O tempo varia de forno para forno. O pão deve ficar dourado.
    CULINÁRIA; LANCHE; PÃO; cará; pão caseiro; fermento biológico
  16. Tire do forno e deixe esfriar um pouco sobre grade para poder desenformar. Dica: A grade impede que, a forma quente entre em contato com a superfície fria do balcão ou pia, forme umidade na base do pão por condensação do ar.
    CULINÁRIA; LANCHE; PÃO; cará; pão caseiro; fermento biológico
  17. Desenforme o pão e sirva-o morno ou em temperatura ambiente.
    CULINÁRIA; LANCHE; PÃO; cará; pão caseiro; fermento biológico
Vejam como o pão fica com uma linda cor dourada. 
CULINÁRIA; LANCHE; PÃO; cará; pão caseiro; fermento biológico
Que tal dar uma olha em seu interior? O pão ficou macio e leve. Volto a salientar o cuidado em não bater muito o cará ao misturá-lo com os ovos e o óleo. O mesmo vale para a hora de sovar o pão. Não bata a massa. Faça movimentos de enrolar e esticar até que ela fique macia e elástica.
CULINÁRIA; LANCHE; PÃO; cará; pão caseiro; fermento biológico
Coma acompanhado por um cafezinho bem quentinho, chá ou chocolate quente. Passe manteiga ou requeijão. Recheie com queijos, presunto, ovo frito, fatias de carne assada..., enfim a gosto.  
CULINÁRIA; LANCHE; PÃO; cará; pão caseiro; fermento biológico
Consumimos um pão inteiro no dia em que foi assado. O outro ficou para o café da manhã do dia seguinte e ainda estava macio e delicioso.

Quem estiver em dieta coma com moderação. O cará é altamente calórico, principalmente se estiver associado com a farinha de trigo. Mas, que é gostoso isto é!
CULINÁRIA; LANCHE; PÃO; cará; pão caseiro; fermento biológico
Beijocas e até a próxima postagem.

BOM APETITE!!!
Obrigada pela visita. Um abraço carinhoso a todos.
                   Teresa Cintra

2 comentários:

  1. Adorei sua receita do pão de cara fiz com açúcar diet e f.trigo integral pois sou diabética não sobrou nadica de nada.de pão, foi um sucesso. Veja só temos o mesmo nome com ( s )e moro em Minas Gerais..Vou te seguir Sucesso !!.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que ideia ótima substituir a farinha e o açúcar. Sempre tem alguém com alguma restrição alimentar, mas nem por isto sem vontade de experimentar algo novo e diferente.
      Fico muito contente que tenha dado certo.
      Um abraço e obrigada pelo carinho e visita.

      Excluir

Queridos visitantes deixem o seu comentário que irei responder o mais rápido possível.
Caso vocês fizerem alguma receita ou artesanato do meu blog, enviem as fotos para o e-mail: thecintra@gmail.com. Vou colocá-las na atualização do link correspondente.
Um forte abraço!