Translate

sexta-feira, 10 de julho de 2015

XVI FENEARTE

Passeando na XVI FENEARTE

Que tal uma atividade prazerosa para as férias de julho? 
A XVI FENEARTE é uma excelente opção.
Mas, é melhor correr por que dura pouco. A feira que começou no dia 02 de julho só vai até o dia 12 deste mês. 
Esta maravilhosa feira acontece todo ano no Centro de Convenções de Olinda e traz este ano 5 mil expositores, palestras, show e oficinas. A maioria dos expositores é pernambucana, mas encontramos também representação dos demais estados brasileiros e uma pequena parte reservada para o artesanato internacional.
Eu fui com o meu marido, ontem, dia 09. Fiquei surpreendida com a quantidade de pessoas que estavam visitando a feira. Com a crise financeira que sentimos diariamente em nossos bolsos e por ser uma quinta-feira, eu esperava um público bem menor. Apesar disto, a visitação foi um sucesso. 
Conseguimos ver um pouco de tudo e eu até registrei vários trabalhos. Impossível registrar tudo. (Voltei no dia 11 e fiz uma nova atualização nas fotos e contatos.)

É muita coisa para olhar e quilômetros de corredores que lembram ruas para percorrer. Vá como roupa, sapato confortável, paciência (todos querem ver tudo) e de preferência sem hora para sair. Nós chegamos por volta das 16h 30' e saímos depois das 20h. Isto porque pulamos alguns estandes com artesanatos que não nos interessavam. Procuramos focar naqueles que nos encantassem mais. 
Vez ou outra você irá encontrar alguns artistas populares dando o seu recado com muita alegria, graça e cor. Um espetáculo à parte.
maracatu;

De uma coisa vocês podem ficar certos, tem artesanato para todos os gostos e bolsos. Isto pra não falar das comidinhas e bebidas no trajeto. Bom demais!!!
A feira faz uma bonita e merecida homenagem para dois grandes artistas populares pernambucanos: O poeta popular Lourival Batista (Louro do Pajeú) e o artesão Manoel Borges da Silva (Mestre Nuca de Tracunhaém).
Que tal um rápido tour pela feira através de algumas fotos que eu tirei? Preparados? Então, lá vamos nós.
Peque o seu mapa logo na entrada da feira. Não pegou? Não se desespere os corredores são numerados de 01 a 30 no térreo, é só seguir.

Mas, não se esqueça que o mezanino também tem muito o que mostrar com a galeria de reciclados, teatro infantil e várias oficinas. Vale dar uma passadinha pelo 1º andar. Se precisar ir ao banheiro, eu sugiro os do mezanino. São menos concorridos e com filas pequenas. Vale a pena subir as escadas ou pegar o elevador.



Antes de entrar no pavilhão de exposição, não deixe de visitar o Armazém do Artesanato do SEBRAE que fica do lado de fora ao lado da bilheteria. Neste espaço você irá se encantar com obras criadas através dos projetos do SEBRAE de artesanato, além de produtos feitos a partir de oficinas de design para o Microempreendedor Individual (MEI) também do SEBRAE. Vejam algumas peças que estavam em exposição. 
artesã; artesão; artista plástico; reciclagem; artesanato; feira; arte popular; lazer.
artesã; artesão; artista plástico; reciclagem; artesanato; feira; arte popular; lazer.

artesã; artesão; artista plástico; reciclagem; artesanato; feira; arte popular; lazer.
artesã; artesão; artista plástico; reciclagem; artesanato; feira; arte popular; lazer.
artesã; artesão; artista plástico; reciclagem; artesanato; feira; arte popular; lazer.
Delly Figueiredo; Eduarda Figueiredo; artesã; artesanato; feira; arte popular; lazer.
Delly e Eduarda Figueiredo
artesã; artesão; artista plástico; reciclagem; artesanato; feira; arte popular; lazer.

O corredor 01 corresponde a Alameda dos Mestres. Aqui os trabalhos expostos são de artesãos já consagrados pela sua habilidade na genuína arte popular. Obras de materiais variados que cabem em uma mesa ou estante, até obras para o chão ou área externa. Pelas peças abaixo é fácil saber o porquê destes artesãos serem chamados de Mestres. 
artesã; artesão; artista plástico; arte com madeira; artesanato; feira; arte popular; lazer.
artesã; artesão; artista plástico; arte com madeira; artesanato; feira; arte popular; lazer.
artesã; artesão; artista plástico; arte com barro; artesanato; feira; arte popular; lazer.
artesã; artesão; artista plástico; mestre Heleno; artesanato; feira; arte popular; lazer.
Mestre Heleno - Tracunhaém-PE
artesã; artesão; artista plástico; Mestre Marcos Siqueira; artesanato; feira; arte popular; lazer.
artesã; artesão; artista plástico; Marcos Siqueira; artesanato; feira; arte popular; lazer.
artesã; artesão; artista plástico; madeira; artesanato; feira; arte popular; lazer.
É neste corredor que encontramos o Salão de Arte Popular Ana Holanda, onde artistas de todo o país que ainda não são Mestres, expõem seus trabalhos. Três trabalhos foram selecionados previamente por uma comissão composta por colecionadores, professores de arte da UFPE e pesquisadores e estudiosos de arte popular. Aqui os ganhadores.
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer.
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer.
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer.
Neste mesmo salão tem uma urna eletrônica onde os visitantes poderão votar no Prêmio Aclamação que será anunciado no dia  12 de julho.
Agora eu irei conduzir vocês para os corredores das prefeituras, associações e em seguida para os corredores com os estandes de Pernambuco.
Eis alguns artistas plásticos e artesãos pernambucanos que dominaram sua técnica e merecem respeito:
Marcelo Soares – arte com aço, fibra de vidro e madeira, Garanhuns-PE.
Marcelo Soares; artesão; artista plástico; fibra de vidro; arte com aço; artesanato; feira; arte popular; lazer.
Iara Tenório - arte em vidro e cerâmica, Jaboatão dos Guararapes-PE.
Iara Tenório, arte com cerâmica e vidro; artesã; artesão; artista plástico;  artesanato; feira; arte popular; lazer.
artesã; artesão; artista plástico; Iara Tenório; cerâmica e vidro; artesanato; feira; arte popular; lazer.
França Filho - arte em demolição, de Recife-PE.
artesã; artesão; artista plástico; reciclagem; artesanato; feira; arte popular; lazer; França Filho, arte com demolição.
Emanuel Sacramento - arte com barro, Olinda-PE.
artesã; artesão; artista plástico; arte com barro; Emanuel Sacramento; artesanato; feira; arte popular; lazer.
Eliabe de Lima Silva - arte com madeiras, Recife-PE.
artesã; artesão; artista plástico; madeira; Eliabe de Lima Silva; artesanato; feira; arte popular; lazer.
Valmir Araras - arte com pneus, Recife-PE.
artesã; artesão; artista plástico; reciclagem; artesanato; feira; arte popular; lazer; Valmir Araras; arte com pneus
Henriqueta Targino - arte em cerâmica e outros materiais, Recife-PE.
artesã; artesão; artista plástico; Henriqueta Targino; cerâmica; artesanato; feira; arte popular; lazer.
artesã; artesão; artista plástico; Henriqueta Targino; cerâmica; artesanato; feira; arte popular; lazer.
Margarida Ferreira - Artesã e artista plástica, Recife-PE.
Margarida Ferreira; artesã; artesão; artista plástico; reciclagem; artesanato; feira; arte popular; lazer.
artesã; artesão; artista plástico; reciclagem; artesanato; feira; arte popular; lazer.
Cristina Mac Dowell - artista visual - trabalhos com acetato pintado, Recife-PE.
Cristina Mac Dowell; artesã; artesão; artista plástico; acetato; artesanato; feira; arte popular; lazer.

artesã; artesão; artista plástico; ACETATO; artesanato; feira; arte popular; lazer.
Tita Araújo - artesã - envelhecimento e decoupagem em utensílios domésticos. Recife-PE. 
artesã; artesão; artista plástico; reciclagem; artesanato; feira; arte popular; lazer; tita araújo; envelhecimento e decoupagem; reciclando panelas
artesã; artesão; artista plástico; reciclagem; artesanato; feira; arte popular; lazer; tita araújo; envelhecimento e decoupagem; reciclando panelas
artesã; artesão; artista plástico; reciclagem; artesanato; feira; arte popular; lazer; tita araújo; envelhecimento e decoupagem; reciclando panelas
Ana Rios - artesã, Recife-PE.
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; Ana Rios, cerâmica
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; Ana Rios, cerâmica
Regina Celia Cavalcanti - artesã (pintura em couro ecológico), Recife-PE
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; Regina Cavalcanti; pintura em couro ecológico
Lourdes Rendas (associação das rendeiras de Poção) - renascença e rendas, Cruzeiro de Poção-PE.
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; Lourdes Rendas; Renascença e rendas; Poção
Rosana Lemos - transformando matéria prima (folhas, rendas, palhas, fibras, flores, sapatinhos de bebê e sapatilha de balé) em joia (ouro, prata ou bronze), Recife-PE.
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; reciclagem; banho de ouro, prata e bronze; verde joia
Adelmo e Eliane - Outro trabalho bem interessante é o de Gravatá-PE (Arte em Alumínio) que usa latinhas de alumínio como matéria prima paro o mesmo. Veja abaixo que luxo. 
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; artesanato em alumínio
Fernando Galindo - E as luminárias da Ophicina de Criações de Paulista-PE? São lindas e originais, verdadeiras obras de arte para enfeitar qualquer ambiente.
Ophicina de Criações; Fernando Galindo; luminárias; artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; reciclagem; luminárias
Cleide Andrade de Albuquerque - Flores do Sertão, Recife-PE. Artesã que trabalha com flores e bonsai desitradatos. Não tem igual. Querem conferiri?
Militão dos Santos - Artista plástico, artesão e poeta, Recife-PE. Trabalhos em tela e azulejos pintados com cores vibrantes e intensas que retratam cenas de uma infância alegre no interior pernambucano.
Militão dos Santos; pintura em azulejo;
Militão dos Santos; pintura em azulejo;
Alexandre Lourenço - Salgadinho, PE. Quadro de reboco. Isto mesmo, reboco: cimento com areia do Rio Capibaribe e muita cor.
alexandre Lourenço; quadro de reboco; arte com cimento e areia;
Jean Michel - Luminárias artesanais personalizadas em PVC que valorizam a decoração de qualquer ambiente.
arte com PVC; luminárias artesanais; Jean Michel;
arte com PVC; luminárias artesanais; Jean Michel;

Monica Beltrão - artesanato e decoração de interiores
Monica Beltrão; artesanato; decoração de interiores
Monica Beltrão; artesanato; decoração de interiores
Jones Emídio - Esculturista em madeira, Sertânia-PE.
Jones Emídio; escultura em madeira;
Pedro Reis - Arte em vinil, Itamaracá-PE
Que tal ver alguns artesãos em plena ação? Na fenearte isto é possível. Muitos dos artistas aproveitam este momento para mostrar ao vivo o seu passo-a-passo.



artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; areia colorida
Outros estados marcam presença na exposição: 
Carlos Antônio, Aparecida de Goiânia-GO
Carlos Antônio, Aparecida de Goiânia-GO

Maria Corá - ceramista de Maceió, Alagoas-PE

artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; artesanato mineiro.
Armazém Mineiro - MG
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; artesanato mineiro.
MG
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; artesanato mineiro.
MG
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; panela de barro
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; vaso de barro branco
Gê Mandalas - Brasília-DF
Nos estandes finais os artesanatos internacionais. Coréia do Sul, Peru, Japão, Fiji, Ilha Murano, Turquia e muitos outros países foram bem representados.
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; exposição de arte; exposição de artesanato.
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; exposição de arte; exposição de artesanato.
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; exposição de arte; exposição de artesanato.
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; exposição de arte; exposição de artesanato.
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; exposição de arte; exposição de artesanato.
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; exposição de arte; exposição de artesanato.
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; exposição de arte; exposição de artesanato.
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; exposição de arte; exposição de artesanato.
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; exposição de arte; exposição de artesanato.
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; exposição de arte; exposição de artesanato.
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; exposição de arte; exposição de artesanato.
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; exposição de arte; exposição de artesanato.

Nem só de artesanato, seja decorativo ou vestimenta, vive a arte artesanal. Temos também os deliciosos quitutes e bebidas para experimentar e levar. Licor, cachaça artesanal, bombons, balas, biscoitos, salgadinhos, pão de queijo, cocadas baianas de vários sabores, empanada argentina, doces portugueses, geleias e doces em calda e em barra..., são apenas alguns itens que encontramos no trajeto. 
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; exposição de arte; exposição de artesanato; licor artesanal
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; exposição de arte; exposição de artesanato.
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; exposição de arte; exposição de artesanato.
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; exposição de arte; exposição de artesanato.
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; exposição de arte; exposição de artesanato.
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; exposição de arte; exposição de artesanato.
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; exposição de arte; exposição de artesanato.
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; exposição de arte; exposição de artesanato.
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; exposição de arte; exposição de artesanato.
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; exposição de arte; exposição de artesanato.
E no final, tudo termina em forró na Praça de eventos e alimentação. Local para uma rápida refeição, lanchar ou petiscar durante alguma apresentação ou show. A programação é variada de acordo com o dia. Veja a programação completa no aqui. 
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; exposição de arte; exposição de artesanato, música polular; forró
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; exposição de arte; exposição de artesanato, música polular; forró
Que tal um pouco do forró que ouvimos por lá?



Já fora da feira, não deixe de dar uma passadinha no espaço Janete Costa com obras belíssímas decorando espaços únicos e planejados com arte.

A gente sai da Fenearte, já esperando a próxima, tão boa que é a experiência. Então, por que vocês não levantam da cadeira e correm até o Centro de Convenções? A feira termina dia 12 de julho (domingo) e vai ser uma loucura de gente. Ainda bem que já fui. kkkkkkkkkkkk. Fui, vi e adorei.
artesã; artesão; artista plástico; artesanato; feira; arte popular; lazer; exposição de arte; exposição de artesanato
Atualização dia: 13 de julho de 2015
         Não resistimos e voltamos dia 11 de julho à exposição. Desta vez na companhia de nossos filhos. July aproveitou a oportunidade e fez uma das oficinas: Pirogravura com o artista plástico Jorge Campos. Foi seu primeiro contato com esta técnica. Ela amou e ficou impressionada com a habilidade do artesão e sua capacidade em transmitir conhecimentos. Vejam os trabalhos de autoria de minha filha abaixo. Para o primeiro trabalho o desenho foi fornecido pela oficina. Já o segundo trabalho, o coração estilizado, foi desenhado e pirogravado por minha filha. Ambos foram feitos sobre uma folha fina de cortiça. As oficinas e todo o material empregado são gratuitos. O aluno pode levar a sua obra pra casa.

É impressionante que mesmo já estado na exposição, ainda encontrei vários artesanatos e artes que me pareceram novos. Então, aproveitei o momento e atualizei o texto anterior e acrescentei novas fotos. Mesmo assim, a sensação é que muita coisa ficou de fora. Impossível registrar tudo. Afinal são mais de 5 mil artistas nacionais e internacionais.

Contato de alguns artistas da feira mencionados em minha postagem:
Infelizmente não tenho de todos os artistas, mas nada com uma rápida pesquisa na internet para vocês acharem. 

Parabéns aos organizadores, expositores e artesãos.       

Mil bjs e um ótimo fim de semana para todos.

BOA SORTE e BOM PASSEIO!!!

 (As fotos aqui postadas são de minha autoria, tiradas com a permissão dos expositores. Caso alguém se sinta prejudicado ou queira seu nome vinculado ao trabalho de sua autoria, é só postar um comentário abaixo.) 

2 comentários:

  1. Gostei muito dessa publicação. Me senti lá na Fenearte. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito contente que tenha gostado. Adorei tanto a fenearte que voltei no dia 11 de julho.
      Depois, com calma irei atualizar a postagem com novas fotos.
      Um abraço e obrigada pelas palavras e visita.

      Excluir

Queridos visitantes deixem o seu comentário que irei responder o mais rápido possível.
Caso vocês fizerem alguma receita ou artesanato do meu blog, enviem as fotos para o e-mail: thecintra@gmail.com. Vou colocá-las na atualização do link correspondente.
Um forte abraço!