Translate

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

TORTA DE ABACAXI COM COCO

Recentemente eu fiz um doce de abacaxi com coco. O inusitado foi que usei a casca do abacaxi. Ficou realmente delicioso, tanto que eu resolvi dar um destino mais nobre para este doce.
Uma torta, diferente de tudo o que já tinha postado até agora.
Confiram.

Eu vou ficar esperando, aguardando a hora de comer esta delícia. kkkkkkkkkkkkk.

INGREDIENTES:
RECHEIO:
MASSA:
  • 2 xíc/chá de farinha de trigo (220 g)
  • 3/4 de xíc/chá de manteiga gelada e picada em cubinho (150 g)
  • 1/2 xíc/chá de açúcar de confeiteiro
  • 1 gema
  • água o suficiente (até no máximo 1/2 xíc/chá)
COBERTURA: MERENGUE
  • 3 claras em neve
  • 1 xíc/chá de açúcar de confeiteiro
  • 1/2 c/chá de cremor tártaro
MODO DE PREPARO:
RECHEIO:
  1. Faça o doce de abacaxi com coco como explicado anteriormente no link (http://teresacintra.blogspot.com.br/2014/09/doce-de-abacaxi-com-coco.html) ou faça o doce conforme o seu gosto pessoal. Dica: Você pode fazer o doce com dias de antecedência e guardá-lo na geladeira. Na hora que for utilizá-lo, leve-o ao fogo para aquecer e iniciar o processo de preparo do recheio.
  2. Com o doce ainda quente acrescente o creme de leite e incorpore.
  3. Dissolva o amido de milho no leite e misture ao doce.
  4. Volte ao fogo alto e engrosse bem o doce, mexendo constantemente para não grudar.
  5. Deixe esfriar para poder usar.
MASSA:
  1. Pré-aqueça o forno a 180º C.
  2. Em uma vasilha coloque a farinha, a manteiga, o açúcar de confeiteiro e a gema. 
  3. Misture tudo com as pontas dos dedos até soltar das mãos.
  4. Caso a massa fique muito seca, acrescente a água aos poucos. Dica: eu não precisei usar a água. Isto vai ser necessário de acordo com a farinha usada e o clima da região.
  5. Faça uma bola com a massa, cubra-a e leve à geladeira por 30 minutos pelo menos.
  6. Abra a massa entre dois plásticos (pode ser manta de silicone) até ficar um pouco maior do que o fundo da forma que será usada. Dica: Use um rolo de massa ou as próprias mãos neste processo.
  7. Tire o plástico de cima e com o auxílio do plástico de baixo vire a massa dentro de uma forma desmontável de 25 cm. Não precisa untar a forma. Acomode a massa no fundo e na lateral da forma com delicadeza para não rasgá-la. Caso ocorra de furar, faça o remendo. Tire o excesso de massa deixando uma altura compatível com uma torta. Dica: isto é para facilitar na hora de espalhar a massa uniformemente dentro da forma, mas se você tiver dificuldades com esta técnica pode abrir, a massa, direto na forma. Tenha cuidado apenas para deixar a espessura igual em toda a superfície.
  8. Fure a massa com um garfo para evitar inchar ao assar.
  9. Cubra a forma com papel alumínio e leve ao forno pré-aquecido por 10 minutos.
  10. Descarte o papel alumínio e deixe a massa dourar levemente, aproximadamente 5 minutos.
  11. Retire do forno e deixe esfriar para poder rechear.
COBERTURA: MERENGUE
  1. Bata as claras em neve.
  2. Junte o açúcar de confeiteiro aos poucos, batendo constantemente.
  3. Acrescente o cremor tártaro e continue batendo até não cair das pás.
MONTAGEM e FINALIZAÇÃO:
  1. Pré-aqueça o forno em temperatura alta.
  2. Sobre a massa já assada e fria, espalhe o doce de abacaxi com coco.
  3. Coloque uma fina camada de merengue sobre o doce. 
  4. Faça a decoração a gosto. Dica: Eu usei um saco de confeitar com bico pitanga para decorar a torta. 
  5. Leve ao forno pré-aquecido em temperatura alta até dourar o merengue.
  6. Deixe esfriar, cubra a forma com papel alumínio ou filme plástico e leve à geladeira para gelar.
  7. Desenforme quando estiver fria.
  8. Sirva gelada.
A massa ficou sequinha, sem ficar dura. Uma delícia de mastigar. 
O recheio ficou na quantidade certa, mas meus filhos pediram para aumentá-lo da próxima vez. O doce do recheio ficou bem dosado e controlado pelo creme de leite. Pensei inicialmente colocar leite condensado, mas foi recompensada por ter resistido à tentação. Teria ficado muito doce. 
O merengue formou um discreto suspiro na superfície. Delícia.
Para mim o equilíbrio ficou perfeito. 

Aceitam um pedaço?
Gostaram? Então não percam tempo e comecem a preparar já esta maravilhosa torta.

Mil bjs e fiquem em paz.



BOM APETITE!!!
Obrigada pela visita. Um abraço carinhoso a todos.
                   Teresa Cintra

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

MEDALHÕES DE FILÉ AO MOLHO DE GORGONZOLA

Meu filho aproveitou suas férias da faculdade para desenvolver seus dotes culinários.

Ele já estava cansado de cozinhar apenas macarrão instantâneo (miojo) com omelete de queijo, e resolveu aprimorar e ampliar seus conhecimentos culinários.
Tem algo mais lindo do que pai e filho cozinhando juntos? Vejam que linda e cativante cena.
É, esta receita eu não fiz, mas provei e adorei. Ficou maravilhosa e eles me autorizaram a compartilhar com vocês tudinho, tudinho. 


A receita inclui duas grandes paixões gastronômicas de nossa família: carne vermelha e queijos. 

Preparados? Então vamos à receita:
MEDALHÕES DE FILÉ AO MOLHO DE GORGONZOLA
FILÉ AO MOLHO DE GORGONZOLA

INGREDIENTES:
  • 1 kg de filé cortado em medalhões de 2 cm de espessura
  • Sal a gosto
  • Azeite
  • Alho a gosto (picado ou em forma de purê)
  • Manteiga em quantidade suficiente 
  • 2 cebolas médias picadas ou raladas
  • 2 copos de iogurte natural (200 ml cada)
  • 1 caixinha de creme de leite
  • 250g de queijo gorgonzola picado
  • Noz-moscada
  • Pimenta do reino
  • Manjericão desidratado ou fresco
  • 1 a 2 c/sopa de maisena ou farinha de trigo (se necessário)
  • Queijo parmesão ralado
MODO DE PREPARO:
  1. Limpe e deixe o filé sem gordura ou nervos. Corte os medalhões de 2cm de espessura.
  2. Tempere os medalhões com o alho, sal e um fio de azeite. Deixe descansar por aproximadamente 10 minutos. Dica: Não exagere no sal, lembre-se que o queijo é salgado. É melhor colocar pouco sal e corrigi-lo no final, do que ficar muito salgado.
  3. Pré-aqueça o forno a 200 C.
  4. Em uma frigideira coloque manteiga (1 c/chá) e, em fogo médio, comece a fritar os medalhões até selar a carne e começar a dourar. Dica: evite cozinhar a carne demais, pois o cozimento irá finalizar no forno. Vá fritando os filés de 2 em 2, acrescentando manteiga sempre que necessário.
  5. Coloque os filés selados em um refratário. Reserve mantendo o refratário coberto para manter o calor da fritura.
  6. Em outra frigideira coloque 1 c/sopa de azeite com 1 c/chá de manteiga. Leve ao fogo médio e junte as cebolas bem picadinhas ou raladas. Deixe até as cebolas amolecerem e ficarem transparentes.
  7. Tempere com sal, pimenta do reino, noz-moscada e manjericão a gosto. Mexa tudo. Dica: Caso você for usar o manjericão fresco, deixe para colocá-lo no final da preparação do molho.
  8. Acrescente o iogurte e o queijo gorgonzola picado. Mexa até derreter e incorporar o queijo no molho.
  9. Abaixe o fogo e junte o creme de leite mexendo com muito cuidado.
  10. Se o creme estiver muito ralo, acrescente a maisena ou farinha de trigo para engrossar um pouco.Não engrosse muito senão secará muito no forno. Dica: para evitar que o molho empelote com a adição da farinha ou maisena, o ideal é dissolvê-lo em um pouco de líquido e mexer bem após sua colocação. Use um pouco de água, leite ou o molho que escorreu da fritura do filé.
  11. Ferva o molho por 1 minuto, mexendo constantemente para não grudar ou empelotar. Prove e corrija o tempero. Desligue.
  12. Despeje o molho sobre os medalhões.

  13. Polvilhe tudo com queijo parmesão ralado.
  14. Caso você tenha optado pelo manjericão fresco, pique-o e polvilhe-o sobre o molho.
  15. Leve o refratário ao forno pré-aquecido a 200 C por 20 a 30 minutos.
  16. Sirva acompanhado de arroz ou alguma massa cozida.
FILÉ AO MOLHO DE QUEIJO
O filé ficou bem macio. O segredo é não fritar muito antes de montar o prato, apenas selar a carne.
FILÉ AO MOLHO DE QUEIJO
Esta receita é fantástica. O sabor é único e merece ser provado. Tudo de bom. 

O molho envolve o arroz e fica quase como um risoto. Super!!! Recomendo a todos vocês a testarem a receita, mas não esqueçam de postar como ficou o seu prato.
FILÉ AO MOLHO DE QUEIJO


Mil bjs!!!!!

BOM APETITE!!!

Obrigada pela visita. Um abraço carinhoso a todos.
                   Teresa Cintra

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

DOCE DE ABACAXI COM COCO

Abacaxi com coco é uma combinação bem tropical e super deliciosa.
DOCE COM A CASCA DO ABACAXI
Mas, o que você faz com a casca do abacaxi?
O que? Joga fora?
Jogava!
A partir de agora você vai aprender como aproveitar esta casca de maneira efetiva, deliciosa e nutritiva.
Isto mesmo, este doce é feito a partir da casca do abacaxi. O fruto sem a casca você pode usar em outras receitas.  Uma salada de frutas, fazer suco ou outra bebida, assar com um delicioso pernil... Use a sua criatividade.
Agora, a casca nunca mais jogue fora. Caso não queira fazer o doce no momento que descascar o abacaxi ou queira juntar um pouco mais de casca, é só congelar embalado em um saco plástico até o momento oportuno.
INGREDIENTES:
  • 500 g de casca do abacaxi
  • Água o suficiente
  • Suco de um limão
  • 300 g de açúcar
  • 200 g de coco ralado desidratado (sem açúcar). Dica: um pacote de 100 g de coco ralado equivale a um coco fresco ralado.
  • 1/2 xíc/chá de água (100ml).
MODO DE PREPARO:
  1. Coloque a casca do abacaxi picada num processador ou liquidificador com água apenas o suficiente para bater, sem forçar o aparelho.
  2. Passe para uma panela e leve ao fogo alto até ferver.
  3. Abaixe o fogo e deixe cozinhar por aproximadamente 15 minutos.
  4. Passe o resultado do cozimento em uma peneira, prense para passar o máximo da massa do abacaxi. Jogue a "palha" fora.
  5. Volte o que foi peneirado para a panela, junte o limão e o açúcar. 
  6. Mexa tudo e leve ao fogo alto por 10 minutos.
  7. Enquanto apura o líquido, hidrate o coco ralado em 1/2 xíc/chá de água.
  8. Junte o coco ralado ao abacaxi e deixe cozinhar por mais 15 a 20 minutos. Dica: caso a água seque antes do tempo de cozimento, acrescente um pouco mais.
  9. Passe para um vidro e espere esfriar para colocar na geladeira.
DOCE COM A CASCA DO ABACAXI

Use o seu doce a seu gosto. Puro, em torradas ou como recheio de bolos e tortas é uma delícia. Pode ser usado também para fazer gelatinas ou manjar.

Se você fizer este doce, eu tenho certeza que, nunca mais irá olhar uma casca de abacaxi da mesma maneira. kkkkkkkkkkkkkkk.

Mil bjs e fiquem em paz.

BOM APETITE!!!
Obrigada pela visita. Um abraço carinhoso a todos.
                   Teresa Cintra

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

TOUR PELO RIO CAPIBARIBE NO RECIFE

PASSEIO DE CATAMARAN

Recife é uma cidade litorânea cortada por dois grandes rios: O rio Capibaribe e o rio Beberibe. Não é atoa que é conhecida como a Veneza Brasileira. Existe até uma brincadeira entre os recifenses, quase uma lenda, que diz que o encontro dos dois rios é que forma o oceano Atlântico. kkkkkkkkkkkkkk.
RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE
OBA!!! Hoje tem passeio de barco.
RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE
Ops, desculpa! Não é no barco acima. Este barco Aquáticos é exclusivo do curso de mergulho que também funciona no cais das Cinco Pontas, ao lado do Catamaran. kkkkkkkkkkkkkk. Uma belezinha, né?
A nossa embarcação é como a de baixo (a maior):
RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE
Uma maneira muito inusitada e relaxante de conhecer uma parte tão importante da capital pernambucana, é a bordo de um Catamaran e com direito a serviço de bordo opcional.


RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE
É só se acomodar e curtir o passeio, a paisagem e absorver novos conhecimentos. Bom d+.

Brincadeira à parte, o passeio é um verdadeiro espetáculo de cor, luz e cultura.
RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE
Durante todo o percurso um guia vai ilustrado e enriquecendo os presentes, contando as histórias dos antigos casarões e seus ocupantes, culminando na história do próprio povo pernambucano, com uma narrativa bem humorada e nada entediante, entremeadas por curiosidades aqui e acolá. 

O passeio em si é rápido, um pouco mais do que uma hora de duração. Mas, são tantas maravilhas pra se ver. Verdadeiros cartões postais da cidade de um ângulo inesperado e único:
- Praça do Marco Zero;

RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE; MARCO ZERO

RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE
- Parque das Esculturas de Francisco Brennand (em reforma);
Francisco Brennand; PARQUE DAS ESCULTURAS; RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE

FRANCISCO BRENNAND; RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE
- Casario da Rua da Aurora;
RECIFE; RUA DA AURORA; RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE
- Ginásio Pernambucano;
RECIFE; GINÁSIO PERNAMBUCANO; RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE
- Assembleia Legislativa (ao lado do Ginásio Pernambucano);
RECIFE; RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE
- Teatro de Santa Isabel;
 RECIFE; TEATRO SANTA ISABEL; RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE

 RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE
- O Palácio do Governo;
RECIFE; PALÁCIO DO GOVERNO; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE

RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE
- Shopping Paço Alfândega;
RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE; SHOPPING PAÇO ALFANDEGA
- Igreja Madre de Deus (abaixo visível apenas os fundos, ao lado do Paço Alfândega).
RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE
- Diversas pontes. Ah! As famosas pontes que cortam a cidade e são o motivo do nosso passeio. Cortam? Não, não. Ligam! Sim, ligam as três ilhas que formam o centro do Recife. As ilhas que são: Santo Antônio, Recife Antigo e Boa Vista. Tá, só passamos por baixo de cinco pontes, mas o Recife tem bem mais. Foram elas: Ponte 12 de Setembro, Ponte Maurício de Nassau, Ponte Manuel Buarque de Macedo, Ponte Princesa Isabel e Ponte Duarte Coelho.
RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE

RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE

pONTES; RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE

RIO CAPIBARIBE NO RECIFE; PONTES; RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE
- As torres gêmeas do Cais de Santa Rita, tão modernas, imponentes e polêmicas. 
TORRES GÊMEAS; RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE
- Ao longe o Rio Mar, o mais novo shopping do Recife.
SHOPPING RIO MAR; RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE
Surpresos com os conhecimentos que adquiri? Achavam que eu estava apenas admirando a paisagem e tirando lindas fotos, né? Eu prestei atenção sim senhor. Não absorvi tudo porque não sou esponja e pretendo fazer outros passeios como este.
O espetáculo maior ficou por conta da natureza, o por-do-sol. Fizemos o passeio no fim da tarde, às 16h, e como, em Recife anoitece cedo, 17:20h o sol já estava se recolhendo para dar lugar à lua. Belíssimo!
POR-DO-SOL NO RECIFE; RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE

RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE

RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE

RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE

RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE

RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE

RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE

RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE

RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE

RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE

RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE

RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE
Este foi um passeio maravilhoso a bordo de uma embarcação aconchegante e segura. Pelos meus cálculos de não nadadora oficial, contei mais coletes do que passageiros. Verdade pura. E todos estavam em boas condições. kkkkkkkkkkkkkkkk. Neurótica eu? Nem um pouco, apenas precavida. Com dizem lá pelas minhas bandas (MG) o seguro morre de velho. No que diz respeito a minha pessoa quero viver e conhecer muitas coisas e lugares. Portanto, pretendo morrer velhinha, velhinha. Só não vou ter barba branca por ser mulher, isto eu faço questão. kkkkkkkkkkkkkk. No mais... kkkkkkkkkkkkkkkkkk.

Para os mais afoitos e aventureiros existem várias outras embarcações particulares ou comerciais cruzando o rio. O fluxo fluvial não chega a ser intenso, pode ser melhorado muito mais. Já pensaram ir ao trabalho de barco e deixar o carro em casa? Seria uma maravilha, algo possível de alcançar em Recife. Existem estudos na prefeitura da cidade para tornar este transporte viável. Estou na torcida.
RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE

RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE

RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE

RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE

RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE

RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE

RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE

RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE

RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE
Foto, tenho uma porção. Cada uma melhor do que a outra, mas não quero sobrecarregar vocês com este detalhe. kkkkkkkkkkkkkkk. Eu vou ficar aguardando as fotos do lado de lá. De vocês.

Para quem estiver interessado, sendo ou não da cidade, o Tour pelo Rio Capibaribe e suas pontes, acontece diariamente com embarque no cais das Cinco Pontas, próximo ao Marco Zero, em dois horários: 16h e 20h. O local tem estacionamento para carros, mas é um pouco isolado para ir a pé ou pelo menos sozinho. Fica a dica.
RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE
Existem outros passeios que valem a pena pesquisar e tentar. O ponto de embarque nem sempre é o mesmo. São eles:
  • Tour Recife e seus bairros, passeio com duas horas de duração.
  • Tour Praia de Suape, com 2 horas de duração.
  • Tour Ilha de Itamaracá, com 4 horas e meia de duração.
  • Tour Praia dos Carneiros, com 5 horas de duração.
No próximo final de semana não tem desculpas. Levante-se da cadeira, sacuda a preguiça e vá conhecer esta linda e maravilhosa cidade, onde sempre tem o que fazer e aprender.
RECIFE; TURISMO; PASSEIO DE BARCO; PASSEIO DE CATAMARÃ; RIO CAPIBARIBE
Mil bjs e uma ótima semana para todos.

BOA SORTE e BOM PASSEIO!!!