Translate

segunda-feira, 30 de junho de 2014

COMPOTA DE PERAS

Esta é uma sobremesa bem fácil de fazer e que confere um certo ar de sofisticação à refeição.
O ideal é usar aquela pera que mesmo amadurecida não fica macia.
INGREDIENTES:
  • 2 Peras grandes maduras e firmes
  • 1/2 xíc/chá de açúcar
  • 1 pedaço de pau de canela
  • 5 a 6 cravos da índia
  • água o suficiente
MODO DE PREPARO:
- Lave, descasque e corte as peras em 4 no sentido longitudinal.
- Em uma panela de fundo grosso, coloque todos os ingredientes. Cubra tudo com água e leve ao fogo alto.
- Abaixe o fogo assim que começar a ferver.
- Deixe as peras cozinhando até que a consistência fique macia sem perder a forma das peras. É importante ter cuidado para não amolecer demais ou irá virar papa de neném.
 - Retire as peras da panela e passe para um pirex ou vasilha de vidro.
 - Deixe a calda no fogo para apurar um pouco até o ponto de calda rala.
 - Despeje a calda sobre as peras.
 - Espere esfriar e guarde na geladeira.
 - Sirva gelada como sobremesa.
conservas caseiras
Vejam que beleza de textura, consistência e cor. O sabor é tudo de bom. Só provando.
conservas caseiras
 E, então? Que tal uma compota de peras para a sobremesa? Esta é uma forma maravilhosa para não jogar fora, aquela pera que há dias está na geladeira e não amadurece.
conservas caseiras
Variação: 
Peras com vinho branco: Na hora do cozimento da pera, adicione um cálice de vinho branco seco. O sabor fica divino.
Peras com vinho tinto: Adicione um cálice de vinho tinto ou do porto no momento do cozimento das peras. A cor das peras e da calda fica rosada e o sabor único.
Peras com calda de chocolate: Na hora de servir, escorra a calda e coloque sobre as peras uma calda de chocolate de sua preferência a gosto. 
BOM APETITE!!!
Obrigada pela visita. Um abraço carinhoso a todos.
                   Teresa Cintra   

sábado, 28 de junho de 2014

BOMBOM DE DOCE DE LEITE

Bombom com gosto de especial é bombom feito por nós mesma. O recheio fica totalmente por nossa conta e imaginação.
Hoje vou postar uma receita bem simples e fácil: Bombom de doce de leite. Como uma boa mineira, adoro doce de leite. E sendo chocólatra assumida, amo a combinação do chocolate com o doce. É tudo de bom. 
BOMBOM
INGREDIENTES:
Casquinha:
  • Chocolate em barra (meio amargo ou ao leite)
Recheio:
Material de apoio:
  • Formas para bombom em acetato,  policarbonato ou silicone (Eu usei de acetato).
  • Espátula
  • Recipiente para derreter o chocolate
MODO DE PREPARO:
Prepare o recheio: 
  1. Misture os dois ingredientes para deixar pastoso. Dica: Eu prefiro fazer o doce mais firme e misturar creme de leite para que o recheio não fique tão doce e enjoativo. A proporção do doce com o creme de leite pode ser alterada de acordo com o seu gosto. Se quer mais cremoso ou mais firme. Mais doce ou menos doce. Mas, você pode usar o doce de leite puro com um tempo menor de cozimento, se assim o desejar.
  2. Reserve.
Prepare as casquinhas:
  1. Derreta o chocolate em banho-maria ou microondas.
  2. Se o chocolate usado for nobre é importante fazer a temperagem. Caso tenha optado pelo fracionado não precisa de temperagem, foi o que usei.
  3. Coloque o chocolate derretido nas formas de acetato. Dica: Normalmente, o recomendado é que se preencha totalmente a forma com o chocolate, para depois escorrer o excesso. Porém, como minha produção era pequena, resolvi não derreter muito chocolate, apenas o suficiente para os mesmos. Neste caso usei uma colherinha de chá para ajudar a espalhar o chocolate pelas paredes da forma. Você pode optar por rodar a forma de maneira a cobrir todo o interior ou utilizar o método tradicional de preencher totalmente a forma. 
  4. Como a intenção é a confecção de cascas para bombons recheados, não se deve bater com a forma no balcão para tirar ar. Este movimento iria acumular o chocolate no fundo, deixando a beirada da casca muito fina e o meio grosso.
  5. Raspe o excesso do chocolate da superfície com uma espátula, se for o caso. Dica: Como eu usei uma colher de chá para espalhar o chocolate a "sujeira" foi mínima e não precisei raspar o excesso.
  6. Em seguida a forma deve ser virada para baixo e com movimentos circulares permitir que o chocolate (o excesso) escorra de maneira igual. Parar apenas quando não escorrer mais, neste momento raspe a forma (de cabeça para baixo) para retirar o excesso nas bordas. Dica: Se este processo for seguido de maneira correta, a casca do bombom, irá ficar com a mesma espessura em toda sua extensão. O nº de camadas para fazer o bombom depende da grossura desejada. Eu fiz duas camadas, intercalando um período de intervalo entre elas para que iniciasse a cristalização do inicial do chocolate (Deixe as formas viradas para baixo na bancada para ocorrer a cristalização inicial do chocolate que é quando o chocolate deixa de escorrer totalmente e fica um pouco firme). Na foto abaixo coloquei o papel manteiga apenas para facilitar a visualização. O chocolate que cai na bancada de trabalho, deve ser raspado depois que secar, podendo ser reaproveitado novamente.
  7. Leve a forma à geladeira para firmar o chocolate. Não deixe muito tempo apenas o suficiente para endurecer o chocolate um pouco e poder rechear os bombons. Dica: Se o dia estiver frio e o chocolate ficar firme mesmo fora da geladeira, não precisa refrigerar nesta etapa. O importante é que o recheio não se misture com a casquinha formada.
  8. Rechear o bombom com o doce de leite. Bata com a forma no balcão para retirar possíveis bolhas de ar. Dica: Eu usei uma colherinha para facilitar o trabalho. Caso você vá fazer muitos bombons, use um saco de confeitar para agilizar o serviço. Não encha muito pois ainda terá que fechar os bombons. 
  9. Cubra o recheio com chocolate derretido (Caso vc use o chocolate nobre é necessário fazer a temperagem). 
  10. Raspe o excesso do chocolate com uma espátula para nivelar o fundo do bombom..
  11. Espere a cristalização inicial no balcão. Dica: o chocolate não "mela" ao ser tocado.
  12. Leve à geladeira para que ocorra a cristalização final que é concluída quando o chocolate endurece, contraindo e soltando da forma. Dica: Espere que a cristalização inicial ocorra no balcão de trabalho e só então leve à geladeira para a cristalização final ou todo o trabalho estará comprometido, não importa qual forma tiver escolhido. Assim que o chocolate completa o processo, ele sofre contração, soltando-se da forma. É por isto que a forma fica opaca, porque o chocolate está solto. Isto deve ocorrer em toda a forma e não apenas em uma parte. Retire imediatamente da geladeira e passe para o processo de soltura do chocolate (desmoldagem).
  13. Ao desmoldar o bombom é importante se certificar que o chocolate está totalmente solto. Vira a forma soltando o chocolate na superfície do balcão de trabalho. Dica: Por conta da diferença de temperatura do bombom que está gelado com o ar fora da geladeira, ocorre uma condensação do ar, formando uma pequena camada de umidade. Para que o chocolate não fique molhado, deixe as formas sobre os chocolates por algum tempo. Isto é necessário para que a umidade do ar não vá para o chocolate e sim para a forma. Esta umidade que se forma, tira o brilho do chocolate deixando-o com um aspecto opaco.
    BOMBOM
  14. Corte as arestas de chocolate na base com o auxílio de uma pequena tesourinha ou faquinha afiada. Dica: Não manuseie o chocolate pronto sem luvas, ou os mesmos ficarão com as marcas dos dedos. Se não tiver luva use um saco plástico com cuidado. 
  15. Colocar nas forminhas. Se quiser decore a gosto usando chocolate branco.
Atenção: Nunca colocar em freezer e nem por longo tempo na geladeira durante a cristalização final do chocolate.

Rendimento: 35 bombons para uma lata de leite condensado em forma de doce de leite.

A partir da receita e o passo-a-passo de hoje é possível fazer uma infinidade de variações, criando bombons bem diferentes. Basta mudar a cobertura de chocolate meio amargo, para chocolate ao leite ou chocolate branco. E na hora do recheio solte a imaginação e experimente novas misturas e sabores. 
Nada como uma festa com algumas delícias feitas por nós mesmas. Adoro quando tudo dá certo. E vocês?

Infelizmente não tirei nenhuma foto do bombom partido para mostrar como ficou o interior. Quando me lembrei deste detalhe não tinha mais nenhum dando sopa. Sinal que gostaram, né? kkkkkkkkkkkkkkk. A foto fica para a próxima fornada.

BOM APETITE!!!
Obrigada pela visita. Um abraço carinhoso a todos.
                   Teresa Cintra   

quarta-feira, 25 de junho de 2014

DOCE DE LEITE COM LEITE CONDENSADO EM LATA

Precisa de doce de leite para suas receitas e não tem tempo de sair para comprar?
Os doces de leite prontos são muitos caros? E os baratos não são nada saborosos?
Você não consegue dar o ponto certo do doce de leite ou ele fica sempre açucarado?
Seu doce de leite feito com a receita tradicional fica com gosto queimado sempre que tenta engrossá-lo um pouco mais?

Tantos problemas e a solução é bem simples e ao alcance de todos:
DOCE DE LEITE FEITO COM LEITE CONDENSADO EM LATA.
Isto mesmo, algo tão trivial que depois de aprender até parece brincadeira.

1 - MÉTODO DA PANELA DE PRESSÃO:
DOCE DE LEITE

Viram como é super fácil e prático? 

Mas, alguns cuidados devem ser observados neste método:
- Se sua lata tem rótulo de papel, este deve ser retirado, juntamente com a cola, para não correr o risco de desmanchar durante o cozimento e entupir a válvula da panela. Se a válvula não funcionar adequadamente pode resultar em um desastroso acidente. E isto ninguém quer.
- Jamais abra a panela de pressão se o vapor não estiver saído totalmente. O ideal é esperar que ele saia espontaneamente. Não coloque a panela debaixo da pia com a torneira aberta para agilizar o processo. Segundo vários profissionais do ramo, isto também danifica a válvula de pressão.
- Para que a panela de pressão de alumínio não escureça durante o cozimento, adicione meio limão cortado ou 2 c/sopa de vinagre. Cozinhar apenas com água (o alimento está preso dentro da lata), mancha as panelas de alumínio. 
- O doce pode ser feito com bastante antecedência. Basta manter a lata fechada e abrir apenas quando for usar. Neste caso respeite o prazo de validade original do leite condensado, impresso na lata.
- A posição da lata na panela não importa. Ela pode ser colocada em pé ou deitada, tanto faz. O importante é estar totalmente coberta com água.
- É importante a quantidade de água na panela. Uma panela de pressão não pode funcionar sem água. Mas, também não deve ser totalmente preenchida. É preciso deixar espaço para a formação do vapor. 
- Borracha de vedação e válvula de pressão devem sempre ser observadas e trocadas em caso de alterações ou anormalidades.
- É o tempo de cozimento que irá determinar a consistência do doce e sua coloração. 
  • 30 (após o início da pressão) é o suficiente para um doce pastoso e moreno claro.
  • 40 (após o início da pressão) é o suficiente para um doce mais firme e moreno mais escuro.
  • Mas, se você quer um doce mais escuro e em ponto de corte será preciso 55 minutos de pressão.
2 - MÉTODO DA PANELA COMUM:
- Caso você não tenha panela de pressão, o doce pode ser feito em panela comum.
Mas, aí o tempo será bem maior. Haja paciência, tempo e gás.
- Para cozinhar a lata de leite condensado fora da pressão, em panela comum, são necessário de 2 a 3 horas de cozimento e vigilância para manter o nível de água sempre alto. Este tempo deve ser contado após a água começar a ferver, momento que se deve abaixar o fogo. 
- Sempre que for preciso repor a água para manter o nível e as latas totalmente submersas, use água quente e nunca fria para não comprometer o tempo de cozimento.

3 - MÉTODO DO MICROONDAS: 
- Abra a lata (ou caixa) de leite condensado e coloque o conteúdo em uma vasilha de vidro ou cerâmica que possa ir ao microondas. 
- Ajuste o microondas para a potência média (50%).
- Coloque a vasilha com o leite condensado e cozinhe por 2 minutos. Retire do microondas e misture com um fouet. 
- Retorne ao microondas (potência média - 50%) por mais 2 minutos. Retire e misture novamente.
- Repita esta operação, passando para potência média/baixa (30%) até atingir a consistência e coloração desejada. O tempo irá variar de 20 a 26 minutos em média, sempre misturando a cada 2 minutos para não queimar o doce.
OBS: Manuseie a vasilha com o doce com bastante cuidado para não se queimar. Use luvas de silicone sempre que for retirá-la do microondas para mexer com o fouet.

4 - MÉTODO COM O LEITE CONDENSADO EM CAIXINHA: 
Não tem lata de leite condensado? Só tem caixinha? 
Tem gente que garante ser possível fazer o doce de leite na panela de pressão com a caixinha. 
Eu vou ser bem sincera com vocês, NUNCA TESTEI este método. 
Mas, já vi muita gente afirmando que dá certo. Na dúvida, faça o método do microondas ou o do forno explicado logo abaixo. MAS ATENÇÃO PARA OS RISCOS DESTE MÉTODO:

ATUALIZAÇÃO SOBRE O MÉTODO COM O LEITE CONDENSADO EM CAIXINHA: 26 jun 2014.
O método da lata na panela de pressão e na panela comum, assim como no microondas já testei e garanto que dá certo. O método com a caixinha na panela de pressão nunca testei, mas muita gente afirma que dá certo, desde que a caixa esteja bem isolada com o plástico filme.
Entretanto, recebi a informação de algumas pessoas que a Nestlé não aconselha o cozimento da caixinha de leite condensado, seja em panela comum ou de pressão. Resolvi aprofundar a pesquisa e de fato existe esta contra-indicação. Segundo informações, a embalagem uht (caixa tetrapak) pode liberar algumas substâncias nocivas à saúde quando submetida a temperaturas elevadas. Mesmo que o plástico filme ou mesmo papel alumínio (outra forma de envolver a caixa de leite condensado) consiga manter aparentemente a caixa íntegra, estas substâncias se desprendem da camada interior da caixa "contaminando" o doce.
Mesmo que o doce se forme sem romper a caixa, o método não garante a qualidade no quesito saúde. Então, gente, esta dica está detonada. De maneira que achei melhor retirar o passo-a-passo deste método do meu link.

5- MÉTODO COM O LEITE CONDENSADO NO FORNO: 
Vou aproveitar a oportunidade da atualização e colocar uma dica repassada pela Carla Parisi no grupo de Gastronomia da Eduk (facebook). Este é um método que ela pesquisou no link http://www.berliosca.com/2014/05/dicas-da-chris-7-doce-de-leite-feito-no-forno/
- Abra a caixa ou lata de leite condensado e passe o seu conteúdo para uma forma ou pirex que vá ao forno.
- Cubra a forma ou pirex com papel alumínio para evitar queimar o doce.
- Coloque em uma assadeira ou tabuleiro com água (banho-maria).
- Leve ao forno em temperatura de 220ºC (425ºF) por aproximadamente uma hora.
- Se quiser mais firme deixe mais 30 minutos ou mais, tendo o cuidado de manter o nível de água do banho-maria.
Não tentei este método, mas entrei no link acima e pelas fotos dá pra ver o resultado, só acho muito tempo de forno para pouca coisa, talvez o método do microondas seja a solução mais rápida. Por outro lado, ficar mexendo o doce a cada 2 minutos por 26 minutos ou mais é muita vontade de comer doce de leite, né? kkkkkkkkkkkkkkkk.

Se você não tiver a latinha, faça o método do microondas ou tente o método no forno que é mais seguro e confiável que o da caixinha. Afinal, arriscar por que?

Gente, não deixem de informar o resultado, caso venham a testar estes ou outro método. Agradeço as pessoas que postaram ideias e informações não apenas no meu blog como nos grupos em que faço parte. Sem vocês eu não  poderia fazer estas atualizações. Estamos aqui para somar, aprender e compartilhar.

Agora é só comer o seu doce de leite ou usá-lo para rechear bolos, bombons ou tortas.

BOM APETITE!!!
Um abraço carinhoso a todos os meus amigos e visitantes,
                   Teresa Cintra

terça-feira, 24 de junho de 2014

PÃO DE BETERRABA

A primeira vista parece algo estranho. Você logo pensa e o sabor como fica? Afinal de contas, muita gente nem gosta de beterraba. Será que fica com gosto de terra? 
Eu fiz, provei e aprovei. 
Fica muito bom. 
A cor fica fantástica, um rosado meio goiaba. Lindo. Recheei com um refogadinho de frango e cream cheese. Huuummm, que ficou delicioso. 
PÃO
E o gosto não deve nada aos outros pães. Não tem gosto de beterraba e nem deixa aquela sensação de terra que às vezes a beterraba dá. Tem gosto de pão e naturalmente do recheio que se coloca. Se quiser pode ser feito sem recheio. 
Para o pão de beterraba, você vai precisar da água do cozimento da beterraba e das beterrabas cozidas.
A receita que fiz é uma adaptação do pão recheado que já postei anteriormente (http://teresacintra.blogspot.com.br/2014/06/paozinho-recheado-ou-enroladinho-de.html).

INGREDIENTES:
Para a levedura:
  • 10g de fermento biológico seco (1 envelope)ou 30g do fermento biológico fresco
  • 1 c/sopa de açúcar
  • 1 xíc/chá da água em que se cozinhou a beterraba. Tem que estar morna (não quente)
Para a massa:
  • Levedura pronta (veja acima)
  • 1 xíc/chá de leite
  • 2 ovos médios
  • 3 c/sopa de óleo
  • 2 c/sopa de manteiga
  • 1 a 2 beterrabas cozidas, descascadas e fatiadas (+ 190g)
  • 1 c/chá cheia de sal (3g)
  • 1 Kg de farinha de trigo (aproximadamente)
  • 1 gema de ovo para pincelar (opcional)
Para o recheio:
  • Refogado de frango
  • Cream cheese ou catupiry
MODO DE PREPARO: 
- Prepare a levedura:
Eu fiz com fermento biológico seco: Em uma pequena vasilha misture o fermento, o açúcar e a água em que se cozinhou a beterraba que deve estar morna (temperatura suportável e agradável ao toque). Deixe descansar até que forme a levedura por 5 a 10 minutos. Fica com um aspecto espumoso. Reserve.


Dica: Algumas pessoas, quando usam o fermento biológico seco, não fazem a levedura. Usam o fermento direto na massa. Mas, eu gosto de fazer, me sinto mais segura e confiante. Além disto, a massa cresce mais rápido se tiver sido feito a levedura anteriormente. Caso você faça a opção por não fazer a levedura com o fermento biológico seco, coloque todos os ingredientes na massa da receita (fermento, açúcar e água do cozimento da beterraba). Já com o fermento biológico fresco deve-se fazer a levedura sempre que for usado. 
- Pré-aqueça o forno a 200ºC.
- Triture as beterrabas até ficarem tipo uma pasta. Se for preciso adicionar líquido, coloque um pouco do leite da própria receita e bata bem. Reserve.
- Em uma vasilha coloque o leite, os ovos inteiros, o óleo, a margarina. Mexa com uma colher.
- Acrescente a beterraba batida e a levedura. Mexa com a colher.
 Vejam que levedura mais linda e espumosa.
- Junte metade da farinha de trigo (500g). Misture com a colher.
- Acrescente o sal e vá colocando o restante da farinha aos poucos.
Dica: o sal não deve ser colocado na mesma hora que a levedura, pois ele inibe o desenvolvimento da fermentação. Por isso o sal é colocado apenas depois de introduzir parte da farinha de trigo. 
- A medida que a massa começa a ficar "pesada" e difícil de ser misturada com a colher, transfira-a para a bancada polvilhada de farinha de trigo e passe a trabalhar com as mãos. 

- Sove a massa até ficar elástica e macia. Ela fica levemente pegajosa, mas sem agarrar nas mãos. Tenha cuidado para não exagerar na farinha de trigo e ficar uma massa pesada e difícil de crescer. 
- Passe a massa para a vasilha e cubra o recipiente com uma toalha (limpa e seca) ou filme plástico. Deixe descansar até dobrar de volume (20 a 30 minutos se o dia estiver quente. Em dias mais frios o tempo será maior).
Dica: A massa de pão não gosta de correntes de ar e nem de frio. Deixe-a descansando em lugar protegido e aquecido.
- Enquanto espera, prepare o recheio a gosto. A minha sugestão é um refogadinho de frango e cream cheese ou catupiry. Pique a carne do frango já cozida, pode ser o frango que sobrou do almoço. Refogue em azeite cebola, alho. Junte a carne, tempere a gosto. Desligue o fogo e acrescente cheiro verde e um pouco de requeijão. E pronto. Use o recheio frio.
- Prepare os pães. Você pode fazer vários pãezinhos pequenos ou pães maiores. Eu preferi fazer maiores. Para isto corte a massa em 3 partes. Abra cada massa individualmente no balcão enfarinhado com o auxílio do rolo de cozinha.
- Recheie com o refogado e o cream cheese e enrole como rocambole. Dica: Eu fiz dois pães recheado e um sem recheio.



- Coloque os pães em um tabuleiro enfarinhado. Não precisa untar. Dica: Serve também forma de bolo inglês, forma de anel... o que você tiver disponível. Na forma de bolo inglês coloquei o pão sem recheio. E na forma maior os outros dois pães recheados. Não cheguei a usar a 2ª forma de bolo inglês. 
- Pincele os pães com gema. Dica: este é um passo opcional. Por conta da cor da massa a gema não dá aquele efeito dourado no pão, apenas fica um pouco brilhante.
- Deixe coberto com um pano limpo para crescer novamente (20 a 30 minutos).
- Leve ao forno pré-aquecido a 200ºC até assar, aproximadamente 30 minutos.
Agora, faça um cafezinho bem quentinho e bom apetite. Esta massa fica muito gostosa e macia.
PÃO
Espero que vocês tenham gostado e façam a receita. Vale a pena e a cor é bem apetitosa. Já estou pensando em fazer uma variação com espinafre ou manjericão. Já pensaram em um pãozinho verdinho com recheio de queijo? É uma boa forma de comer verduras e legumes. 
BOM APETITE!!!
Obrigada pela visita. Um abraço carinhoso a todos.
                   Teresa Cintra

sábado, 21 de junho de 2014

BOLO DELÍCIA DE CHOCOLATE COM MOUSSE E COBERTURA DE CHOCOLATE

Este é aquele delicioso bolo que poderia ser chamado de Bolo Puro Sabor de Chocolate ou Perdição de chocolate ou qualquer coisa do gênero. É simplesmente fantástico, uma verdadeira explosão de sabor.
BOLO DE CHOCOLATE
Fiz para o aniversário de 16 anos de minha filha, que chocólatra como a mãe, insistiu na escolha do sabor. Naturalmente, que eu não poderia ir contra a um pedido tão justo.
Então lá vamos nós para este maravilhoso bolo de chocolate, com recheio de chocolate e cobertura de chocolate. Altamente saboroso e nada light ou diet. 
BOLO DE CHOCOLATE
BOLO DELÍCIA DE CHOCOLATE: 
INGREDIENTES: Eu fiz a receita dobrada do Bolo Delícia de chocolate já postada no link: http://teresacintra.blogspot.com.br/2014/06/bolo-delicia-de-chocolate.html

MODO DE FAZER:
- Pré-aqueça o forno a 200ºC.
- Pese e peneire junto os ingredientes secos, exceto o fermento, misturando-os bem. Reserve.
- Bata os ovos com a manteiga com um fouet. Não precisa de batedeira.
- Acrescente a mistura de farinha, alternando com o leite. Continue batendo com o fouet até ficar uma mistura homogênea.
- Acrescente o fermento em pó e misture.
- Coloque a massa em uma forma desmontável untada com manteiga e polvilhada com farinha de trigo. Dica: minha forma tem 24cm de diâmetro.
- Leve para assar em forno pré-aquecido a 200ºC. Dica: Na prateleira de baixo coloque uma assadeira com água para manter a unidade do forno e evitar de queimar ou ressecar o bolo. Atenção: não é para assar em banho-maria. A assadeira com água não tem contato direto com a forma do bolo.
- A receita dobrada do bolo leva mais tempo para assar. Além disto, como o bolo será recheado é importante que fique bem firme. Faça o teste do palito, sempre no centro do bolo, antes de tirá-lo do forno. Dica: No meu forno o bolo levou 1h para assar. Com este tempo de forno é muito importante a dica anterior da assadeira com água para manter a umidade do forno. Caso a superfície do bolo e laterais comecem a queimar antes do centro terminar o processo de cozimento, cubra o bolo com papel alumínio e mantenha vigilância. Eu não precisei usar este último recurso. Espero que vocês também não necessitem.
- Depois de assado, retire o bolo do forno e deixe esfriar sobre uma grade.
- Desenforme depois de frio.
MOUSSE DE CHOCOLATE:
Dica: Eu adaptei uma receita clássica da Nestlé para fazer a mousse. Naturalmente que você pode usar a receita de sua preferência.
INGREDIENTES:
  • 2 latas de creme de leite sem soro ou 2 caixinhas (400g)
  • 400g de chocolate meio amargo em barra picado
  • 2 c/sopa de chocolate em pó com 50% de cacau (peneirado)
  • 1 envelope de gelatina sem sabor (12g)
  • 6 c/sopa de açúcar
  • 5 c/sopa de água
  • 4 claras
  • 1 c/chá de essência de baunilha ou laranja.
MODO DE PREPARO:
- Em uma panela, junte o creme de leite, e o chocolate picado. Leve ao fogo em banho-maria, mexendo até que o chocolate comece a derreter.
- Junte o chocolate em pó e 4 c/sopa de açúcar, continue a misturar até ficar bem homogêneo e formar um creme liso.
- Retire do fogo, junte a essência e reserve. Dica: Eu optei pela essência de laranja. Pode-se usar também a raspa da casca da laranja ou limão.
- Hidrate a gelatina na água. Espere alguns minutos e dissolva-a em banho-maria.
- Acrescente a gelatina ao creme de chocolate. Misture bem e reserve.
- Na batedeira bata as claras até o ponto de neve. Junte o açúcar restante (2 c/sopa) e bata mais um pouco.
- Misture o creme de chocolate com as claras em neve delicadamente para não desfazer a aeração das claras. Dica: Misture primeiro metade das claras e depois acrescente o restante, mexendo sempre de baixo para cima com uma colher. Não faça esta operação na batedeira e nem com o fouet.
- Cubra a vasilha com um plástico filme ou uma tampa e leve para gelar até que fique firme o suficiente para poder rechear o bolo.

CALDA DE CHOCOLATE:
INGREDIENTES:
  • 1/2 xíc/chá de leite
  • 3 a 4 c/sopa de chocolate em pó com 50% de cacau
  • açúcar a gosto
MODO DE PREPARO:
- Coloque tudo em uma panela pequena e aqueça até dissolver bem o chocolate e o açúcar. Adoce a gosto.
- Deixe esfriar para empregar.

COBERTURA DE CHOCOLATE:
INGREDIENTES:
  • 200g de chocolate ao leite em barra picado
  • 200g de chocolate semi amargo em barra picado
  • 200ml de creme de leite (1 caixinha)
  • 1 c/chá de essência de laranja
MODO DE PREPARO:
- Coloque os chocolates e o creme de leite em uma vasilha e leve ao micro-ondas ou ao banho-maria para derreter. Misture bem e acrescente a essência de laranja.
- Espere a cobertura esfriar para cobrir o bolo.

MONTAGEM:
- Parta o bolo em 3 camadas. Dica: Eu usei um facão para fazer os cortes. Pode-se usar uma faca de serra longa. Para que o corte saísse bem reto e nivelado usei uma forma redonda para pizza, um pouco maior que o bolo, para servir de apoio para o facão. Facilitou muito o trabalho, e as camadas ficaram com um tamanho padronizado. Para retirar as camadas cortadas e transferi-las sem o risco de se quebrarem usei um apoio para o transporte.

- Coloque a parte do bolo que ainda está na base da forma desmontável, novamente no aro.
- Regue esta parte do bolo com a calda de chocolate já fria.
- Coloque a metade do mousse de chocolate sobre a primeira parte do bolo. Espalhe com o auxílio de uma espátula ou colher para nivelar o melhor possível.
- Coloque a segunda parte do bolo sobre a mousse, aperte levemente apenas para nivelar. Molhe o bolo com a calda e cubra com o restante da mousse de chocolate. 
- Coloque a última camada do bolo, aperte suavemente para nivelar. Molhe com a calda de chocolate.
- Cubra a forma com plástico filme e leve à geladeira para o mousse firmar. Dica: é necessário 8 a 12 horas para que a mousse fique firme o suficiente para sustentar o bolo. O ideal é deixar o bolo a noite inteira na geladeira e só fazer a decoração no dia seguinte.
- Passado o tempo de firmar a mousse, retire o bolo da forma. Dica: para facilitar a retirada do bolo, passe uma faquinha fina e bem afiada na lateral de toda a forma. Coloque um prato sobre o bolo e vire em um só movimento. Abra o aro da forma e retire-o junto com o fundo da forma.
- Passe uma camada de cobertura sobre o bolo, deixe firmar um pouco e passe outra camada. Dica: Eu usei uma espátula para espalhar a primeira camada de chocolate. Na segunda camada eu deixei o chocolate escorrer livremente. Caso queira fazer outro tipo de decoração com bico e saco de confeitar, deixe a cobertura firmar um pouco na geladeira.
BOLO DE CHOCOLATE

BOLO DE CHOCOLATE
- Decore o bolo a gosto. Dica: eu usei aquelas borboletas que tinha feito anteriormente. Vocês estão lembrados? Se não vejam no link: http://teresacintra.blogspot.com.br/2014/05/borboletas-de-chocolate.html. Também coloquei algumas flores de glacê real para dar uma corzinha no bolo. Mas, lembrem-se que o açúcar com a umidade do chocolate pode derreter. Deixem para colocar quando o chocolate estiver mais firme e o mais perto possível da hora da festa. Depois é só colocar as velas e o que sua imaginação mandar. Eu não usei granulados e nem bolinhas de confeitos a pedido de minha filha. Mas não resisti a uma plaquinha de Feliz Aniversário. kkkkkkkkkkkkkkkk.
BOLO DE CHOCOLATE

Vocês repararam que a borboleta que estava no meio do bolo bateu as asas e voou? Eu tinha colocado um bombom e uma borboleta para ficar em um plano mais alto que as outras e dar a ideia de estar voando. Pois é, ela voou. Tive que colocar uma flor no lugar. Crianças... Rsrsrsrsrsrsrs. 
BOLO DE CHOCOLATE

BOLO DE CHOCOLATE
 E o primeiro pedaço vai para... a mamãe. OBA!!! Sou eu!!!
Bolo pós festa. Foi tudo o que restou. kkkkkkkkkkkkkkk.
BOLO DE CHOCOLATE
Vejam que linda a textura do mousse. Ficou simplesmente maravilhoso este bolo. Imagine se uma boleira com habilidade com chocolate fizesse a decoração? Nossa, seria uma verdadeira perdição.
BOLO DE CHOCOLATE
Espero que tenham gostado da receita de hoje. Eu adorei. E, se os convidados não mentiram, eles também gostaram. Bjssssssss.
BOM APETITE!!!
Obrigada pela visita. Um abraço carinhoso a todos.
                   Teresa Cintra