Translate

quinta-feira, 2 de novembro de 2017

MOLHO DE LARANJA PARA AVES E PEIXES

Receita simples que finaliza o preparo de aves e peixes, agregando sabor às aves ou peixes, tornando receitas do dia-a-dia especiais.
molho para aves; molho para peixes, molho para aves e peixes grelhados, assados ou fritos
O molho de laranja é indicado para aves e peixes fritos, assados ou grelhados.
peito de frango assado servido com molho de laranja

salmão grelhado servido com molho de laranja
INGREDIENTES:
  • Suco de uma laranja pera
  • 50 ml de vinho madeira ou vinho do porto (preferência que seja branco)
  • 1 c/sobremesa de mel
  • 1 pitada de sal (+ ½ c/chá)
  • 1 c/chá de amido de milho
  • 1 c/sobremesa de manteiga
MODO DE PREPARO:
  1. Em um recipiente misture o suco de laranja, o vinho, o mel e o sal. Reserve.
  2. Em uma panelinha derreta a manteiga. Mantenha o fogo baixo para não queimar a manteiga. Dica: Você pode fazer o molho na panela ou frigideira que preparou a carne. Desta maneira irá agregar o sabor da carne e seus temperos ao molho.
  3. Despeja metade da mistura de laranja sobre a manteiga. Deixe em fogo baixo.
  4. Na outra metade do líquido dissolva o amido de milho.
  5. Junte a metade com o amido de milho na panelinha. Meça constantemente até engrossar, sempre com o fogo baixo.
  6. Prove o molho e acerte o sal. Normalmente, não há necessidade.
  7. Desligue o fogo e transfira o molho para um recipiente ou molheira pequena.
  8. Espalhe sobre a carne de ave ou peixe já preparada e leve à mesa. Ou, deixe na molheira para que cada pessoa se sirva a gosto.
Muitas vezes um prato que parece sem graça só precisa de um molho especial. Além do lindo visual sobre a carne normalmente branca o sabor é espetacular. Este molho não requer muitos ingredientes e é feito rapidamente.
Na foto abaixo uma opção de almoço simples com o toque especial do molho de laranja sobre a carne. Peito de frango assado e fatiado com arroz branco, feijão mulatinho e couve mineira.
Nesta outra foto o molho foi espalhado sobre um filé de salmão e servido com arroz branco, salada de alface com tomate e purê rústico de batata doce. Para o purê rústico é só cozinhar a batata doce, descascar e amassar com um garfo. O peixe pode ser outro de sua preferência.
Caso vocês aproveitem a gordura que assou, fritou ou grelhou a carne escolhida no lugar da manteiga, é importante ter cuidado com a adição do sal para não salgar muito. Seu molho ficará com alguns elementos do tempero aparente, mas isto não compromete o sabor. Vejam na foto abaixo quando eu aproveitei parte da gordura de um peixe grelhado. Dá para perceber a presença de elementos que não estão na receita original.
Não deixem de experimentar, vocês vão amar.
Se gostou faça e compartilhe. Se você fizer esta receita, me envie as fotos com o seu nome ou apelido. Vou colocá-las na atualização do link. 
Beijocas a todos!!!
BOM APETITE!!!
Obrigada pela visita. Um abraço carinhoso a todos.

sábado, 21 de outubro de 2017

YAKISSOBA

Ótimo prato para um domingo em família. 
O yakissoba é um prato único, mas pode ser servido com arroz branco ou risoto chinês.
Veja algumas maneiras diferentes de preparar o seu yakissoba.
Com peito de frango, cebola, pimentão vermelho em tiras, cenoura e champignon.
prato oriental; almoço chinês; prato único
prato oriental; almoço chinês; prato único
Com carne vermelha (boi), frango, cebola, cenoura, abobrinha, brócolis e champignon (receita de hoje).
prato oriental; almoço chinês; prato único
prato oriental; almoço chinês; prato único
O yakissoba é feito com um macarrão próprio. Se você não encontrar este macarrão, use o espaguete fino. Uma opção bem saudável é usar o espaguete integral.
O macarrão depois de cozido pode ser frito em um pouco de óleo ou não. Depois ele é misturado a diversos legumes e carnes que foram refogados e cozidos em molho próprio para yakissoba. Eu fiz meu próprio molho (receita lá embaixo), mas existem molhos prontos no comércio. Se não quiser fazer o seu molho é só procurar por lojas que vendem materiais para a culinária oriental.
Os legumes podem ser bem variados de acordo com o gosto pessoal de cada um. Use pelo menos três a quatro legumes diferentes. Normalmente, a cebola e cenoura estão presentes no preparo. Pode-se usar:
  • brócolis em buquê
  • couve-flor em buquê
  • repolho em tiras ou fatias largas
  • cebolas em tiras ou rodelas finas
  • pimentão (vermelho, amarelo ou verde) em tiras ou pedaços
  • cenoura em rodelas finas ou tiras finas
  • abobrinha em tiras
  • vagens cortadas em 3
  • acelga em tiras ou fatias largas
A carne pode ser:
  • vermelha (patinho, alcatra, filé, contra-filé, maminha) 
  • frango (peito)
  • camarões médios ou grandes (sem cabeça e sem casca) 
Você pode usar uma, duas ou três tipos de carnes. 
Outra opção é não usar nenhuma carne. Fazer o Yakissoba apenas com legumes e vegetais é uma opção para os que não comem carne ou querem variar um pouco.
Se você adora este prato e não tem tempo ou paciência para picar os legumes, uma boa opção é usar legumes congelados próprios para pratos orientais. Este, da foto abaixo, vem com frango em cubos.
A receita que irei postar é apenas um exemplo de como fazer o seu Yakissoba. Mude os ingredientes e crie variações de acordo com o paladar de sua família. Para esta receita eu usei a carne de boi e frango.
Os vegetais são acrescentados crus na receita. No caso de usar os congelados ou preferir pré-cozer os legumes, o suficiente apenas para agilizar o preparo. Neste caso depois de aferventar, não deixe de interromper o cozimento com água gelada e gelo.

YAKISSOBA
INGREDIENTES:
  • 300 gr de macarrão para yakissoba
  • 250 gr de carne vermelha (boi ou porco)
  • 250 gr de peito de frango
  • 100 gr de champignon
  • 1 cebola grande picada em pedaços médios ou em tiras
  • 1 cenoura média em fatias finas
  • 1/2 abobrinha pequena em tiras
  • 1/2 maço de brócolis em buquê
  • 1 a 2 c/sopa de óleo de soja ou gergilin
  • 300 ml de molho para Yakissoba
  • 1/c sopa de amido de milho dissolvido em 50 ml de água
  • 100 a 150 ml de água (se necessário)
  • sal e pimenta-do-reino a gosto
MODO DE PREPARO:
  1. Prepare o molho para yakissoba ou use um pronto. Veja a receita abaixo. Reserve.
  2. Corte a carne vermelha em tiras e a carne de frango em cubos.
  3. Tempere as carnes com sal e pimenta do reino a gosto. Reserve. Dica: use pouco sal, pois o molho para yakissoba já é salgado. 
  4. Pique os legumes, verduras e champignon de acordo com o seu gosto (fatias, tiras, rodelas). Mas deixe os brócolis e a couve-flor em buquê.
    Dica 1: Os vegetais e legumes não devem sumir no prato. Eles devem ficar aparentes e apetitosos. Mas, nada de exagero no tamanho ou grossura, eles devem ser comidos sem necessidade de serem cortados.
     Portanto, não faça cortes pequenos e nem muito grandes, corte em tamanhos que dê para comer sem dificuldade em uma única garfada.
    Dica 2: No caso de usar legumes congelados, coloque-os em um escorredor e deixe-os descongelar antes de empregar.
    Normalmente, já foram cozidos antes de serem congelados. Portanto, acrescente-os na etapa final do preparo do prato. Um pouco antes de acrescentar o macarrão já cozido.
  5. Em uma panela grande coloque 2 litros de água para ferver. Esta água será usada para cozinhar o macarrão. Enquanto espera a água ferver, continue a dar andamento à receita.
  6. Em uma panela, frigideira ou wok grande aqueça o óleo. Quando estiver bem quente, frite a carne por 1 minuto. Coloque primeiro a carne vermelha aos poucos e depois acrescente a de frango.
  7. Junte a cebola e refogue até ficar transparente. Dica: eu usei a cebola roxa, mas a receita original é com a branca.
  8. Junte os legumes. A abobrinha, os brócolis, a cenoura. Refogue. Dica: Eu dei uma pré-cozida na cenoura e nos brócolis. A abobrinha usei crua, pois ela cozinha muito rápido. Caso você use todos os legumes crus, coloque os que demoram para cozer primeiro, refogando cada legume, um de cada vez. Exceto a acelga (se for usá-la) que deve ser colocada imediatamente antes do macarrão.
  9. Acrescente o molho para yakissoba.
  10. Espalhe o champignon por cima.
    prato oriental; almoço chinês; prato único
  11. Abaixe o fogo, junte o amido de milho diluído e misture até engrossar um pouco.
  12. Tampe a panela, mantenha o fogo baixo e cozinhe por aproximadamente 6 a 8 minutos. Os legumes devem ficar cozidos, mas ainda manter sua firmeza e crocância. Se o molho reduzir muito acrescente água aos poucos. Reserve.
  13. Assim que a água para o macarrão ferver, diminua o fogo, acrescente o macarrão e cozinhe-o "al dente". Aproximadamente 6 minutos. Mexa ocasionalmente para soltar o macarrão. Escorra bem. Reserve.
    Dica: Se quiser fritar a massa, aqueça 1 c/sopa de óleo em uma panela grande e frite a massa cozida e escorrida aos poucos. Reserve. Eu optei em não fritar a massa.
  14. Junte o macarrão cozido e escorrido aos legumes e carnes. Misture envolvendo o macarrão aos legumes, carnes e molho. Acerte o sal. Deixe um minuto tampado em fogo baixo para a massa absorver os sabores.
    prato oriental; almoço chinês; prato único
  15. Passe para uma travessa e sirva em seguida.
    prato oriental; almoço chinês; prato único
    prato oriental; almoço chinês; prato único
MOLHO TONKATSU PARA YAKISSOBA 

INGREDIENTES:
  • 100 ml de molho de soja
  • 150 ml de molho inglês
  • 75 ml de ketchup
  • 150 ml de água ou caldo de legumes
  • 10 g de gengibre ralado
  • ½ cebola ralada
  • 3 dentes de alho picadinho e amassado
  • 1/3 copo de açúcar
  • óleo de soja ou gergelim o suficiente
  • sal se necessário (cuidado para não salgar muito)
  • pimenta do reino a gosto
MODO DE PREPARO:
  1. Coloque um fio de óleo em uma panela e refogue a cebola e o alho.
  2. Junte o gengibre.
  3. Coloque o molho inglês, o molho de soja, a água (ou caldo de legumes) e o ketchup, nesta ordem. Meça a cada adição.
  4. Polvilhe pimenta do reino a gosto. Meça. 
  5. Acrescente o açúcar e deixe engrossar um pouco. Espere ferver para engrossar.
  6. Prove o sal e corrija se necessário
  7. Empregue o molho no preparo do yakissoba.
👉 DICA: Estes grãozinhos que ficam no molho é da cebola, alho e gengibre. Não há necessidade de coar. Ao empregar o molho, estes grãos se misturam aos demais ingredientes ficando invisíveis. Mas, se você preferir um molho sem estes grãos é só coar ou liquidificar.
molho YAKISSOBA,
Espero que vocês tenham gostado da receita de hoje.
Façam, curtam e compartilhem.
Beijocas e até a próxima postagem que pode ser de artes, guloseima ou companhia (viagens, passeios, pensamento, dicas, ...,).😚💋❤
BOM APETITE!!!
Obrigada pela visita. Um abraço carinhoso a todos.
                   Teresa Cintra

sábado, 14 de outubro de 2017

CASACOR Pernambuco 2017

Evento de arquitetura e decoração que chegou a Pernambuco em 1996 e permanece até hoje. Recife, Olinda e Jaboatão dos Guararapes já foram sede do evento que se repete a cada ano.
A CasaCor, traz novidades na área de arquitetura, design de interiores e paisagismo. Adoro novidades e não poderia deixar de ir. Principalmente agora que tenho uma filha estudando arquitetura.

O local escolhido este ano é o mesmo do ano passado. Um lindo e espaçoso casarão no bairro das Graças.

A área externa da casa ficou maravilhosa. Um verdadeiro convite para passear e interagir com a natureza.

Mas, não se engane. A casa pode ser a mesma, porém os ambientes estão totalmente diferentes do ano anterior. São 45 ambientes decorados com criatividade por profissionais consagrados na área.

Este ano a CasaCor se superou. Os ambientes estão maravilhosos e traz conceitos e ideias possíveis de serem colocadas em prática. São muitas novidades que servem como inspiração.

Em alguns espaços você pode fazer um pequeno teste no mobiliário. Aproveite e relaxe.

Mas, vou avisando, não pode testar a piscina e nem as banheiras com massagens. Tanto as banheiras como a piscina possuem luzes de led que mudam de cor de tempo em tempo. Bem relaxante e convidativo.

Algumas ideias são bem inovadoras e você se pergunta, "como eu não pensei nisto antes?". Como esta parede feita de latas de tintas. O efeito do alumínio formando a parede é espetacular. O arquiteto aproveitou e instalou alguns nichos que podem ser usados como prateleiras para livros, esculturas ou outros objetos decorativos.

A decoração deste ambiente também mexe com o imaginário e o pequeno artesão que existe em cada um de nós. Um lindo quadro feito de botões. A beleza e glamour do simples e inusitado.

Muitas vezes, a maneira de trabalhar os recursos disponíveis, inclusive os vindos da natureza, cria lindas esculturas.

Ou até mesmo um móvel.

Até os tetos merecem um olhar e um clique. Como no caso deste, todo recoberto com espelhos.

Ou este teto coberto com pinturas modernas e contemporâneas. Isto mesmo, são 3 pinturas imensas colocadas no teto de um único ambiente. Impossível não ficar encantada com a originalidade das telas e do seu lugar inusitado no ambiente. Não tão inusitado se você pensar nas antigas igrejas e seus tetos e abobadas ricamente decorados. Então, por que não trazer esta milenar prática para os dias atuais? 

A maioria das peças decorativas, como quadros, esculturas e outros objetos, são de artistas pernambucanos. Uma linda forma de homenagear e divulgar os trabalhos destes mestres das artes.

Basta usar um objeto de maneira diferente. Sair do comum e ousar.

Em alguns espaços foram usados objetos do acervo do próprio arquiteto.

Outros, uma criação para o evento.

A parte de jardinagem e arranjos com flores está maravilhosa, tanto dentro como fora da casa. Cada arranjo mais lindo do que o outro. Fiquei apaixonada pelos tons em vermelhos deste pequeno arranjo. 
Pensando em criar um ambiente para receber os amigos e degustar um bom vinho ou outros aperitivos? Que tal algo assim? 

Ou quem sabe abrir uma cafeteria bem charmosa?
O evento que começou em 21 de setembro, vai até o dia 12 de novembro. Tem muito tempo ainda para ir conferir as novidades e se encantar com os espaços.

O endereço? Av. Rui Barbosa, 471-499 - Graças, Recife.

O horário sofre algumas mudanças de acordo com o dia da semana. Dê uma olhadinha no site do evento antes de se programar. (https://casacor.abril.com.br/mostras/pernambuco/).
Inspire-se nas minhas fotos, mas não deixe de fazer o seu próprio tour.

O preço é um pouco salgado. R$ 40,00 reais o ingresso inteiro. Vale a lei da meia entrada para estudantes, professores e maiores de 60 anos, devidamente comprovados.

Fotos são autorizadas em todos os ambientes. Mas se quiser um pouco mais, como a ficha técnica de cada ambiente, a revista pode ser adquirida por R$ 35,00.

Passeio que aprovo e recomendo. Mesmo se você, assim como eu, não for da área de arquitetura, design de interiores ou paisagismo, vale muito ir e conferir.
O único problema é sair de lá querendo derrubar as paredes e fazer uma revolução decorativa na sua casa. Ideias você irá encontrar de montão. Então, o que está esperando? Vá visitar a CasaCor.
Se gostou, não deixe de curtir e compartilhar.

BOA SORTE e BOM PASSEIO!!!