Translate

domingo, 23 de abril de 2017

COMIDA JAPONESA FEITA EM CASA

GYUDON (bife bowl ou bacia de carne)

Em janeiro último, meu filho, juntamente com alguns amigos, visitaram o Japão. Foi uma viagem de passeio há muito tempo desejada. Eles, como muitos jovens de hoje, são fortes admiradores da cultura e tecnologia japonesa. Entre um passeio e outro, eles provaram um prato que parece singelo no preparo e apresentação, mas que agradou muito ao paladar: GYUDON.
GYUDON; COMIDA ORIENTAL; bife bowl ou bacia de carne; comida japonesa; temaki; sushi;
Trata-se de um prato japonês de preparo rápido que leva arroz, carne, cebolas, ovos (opcional) e temperos próprios da comida japonesa.
Normalmente, o Gyudon é um prato único, servido em tigela grande, mas individual. 
Procuramos a receita na internet (santo Google) e achamos no site do justonecookbook.
Nós resolvemos fazer junto com outros pratos japoneses que também foram preparados em casa.
GYUDON; bife bowl ou bacia de carne; comida japonesa; temaki; sushi;

Então, optamos por tigelas menores. Além disto, fizemos algumas pequenas alterações na receita, substituindo alguns ingredientes que não tínhamos. 
O arroz, nós usamos aquela receita que já postei anteriormente AQUI. A mesma receita que usamos para os sushis servidos no mesmo almoço. Entretanto, a receita original pede o arroz cozido no vapor. Apesar da mudança meu filho diz não ter alterado o sabor do prato. 
Fizemos apenas meia receita, afinal era um almoço familiar e não foi o único prato servido.
Irei postar a receita modificada. Quem quiser seguir a receita original não deixe de visitar a justonecookbook. Lá você encontrará esta e muitas outras receitas japonesas.
INGREDIENTES:
  • 1½ xíc/chá de arroz japonês
  • 150 g de carne de boi em forma de bife
  • ½ cebola grande
  • 1 c/sobremesa de óleo
  • 1 c/chá de açúcar
  • 1 c/sopa de saquê, vodca ou cachaça (a receita original é com saquê)
  • 1 c/sopa de vinagre de arroz (a receita original é com Mirin, um vinho japonês a base de arroz)
  • 1 c/sobremesa de molho de soja
  • cebolinha verde picada a gosto (não usamos, mas recomendo que usem)
  • queijo mozarela picado e parmesão ralado a gosto (não faz parte da receita original, mas tem em outras receitas)
  • 1 a 2 ovos batido (Não usamos, substituímos pelo queijo)
  • gengibre vermelho em conserva para enfeitar (não usamos)
  • pimenta do reino a gosto (não faz parte da receita original)
MODO DE PREPARO:
  1. Arrume a mesa para a refeição. Mesmo que você não tenha os utensílios próprios, procure dar um clima temático à mesa.
  2. Prepare o arroz japonês conforme receita já ensinada, ou faça a sua própria receita. Reserve.
    arroz para sushi; GYUDON; bife bowl ou bacia de carne; comida japonesa; temaki; sushi;
  3. Corte a carne em tiras finas. Reserve.
  4. Corte a cebola em rodelas. Depois corte cada rodela ao meio, formando tiras finas.
  5. Aqueça o óleo em uma frigideira (fogo médio) e refogue as cebolas até ficarem macias e transparentes.
  6. Junte a carne e polvilhe o açúcar e pimenta do reino a gosto. Deixe cozinhar mexendo de vez em quando até que a carne não tenha a aparência crua. Não é para dourar a carne, apenas para tirar a coloração rosa avermelhada.
  7. Neste ponto, acrescente a vodca (ou saquê ou cachaça), o vinagre de arroz (ou o Mirin) e o molho de soja.
  8. Abaixe o fogo e deixe cozinhar por 2 a 3 minutos.
  9. Se for usar ovos o momento de acrescentá-lo é agora. Coloque os ovos mexidos sobre a carne, tampe a panela e espere o ovo cozinhar. A gema fica mole. Mas, aí vai o gosto de cada um. Nós não utilizamos o ovo.
  10. Espalhe a cebolinha picada sobre a carne. (Não tínhamos cebolinha. Mas, senti falta. Dá um toque especial ao prato) .
  11. Prepare as tigelas formando uma cama com o arroz. Preparamos 4. Dica: como o arroz deve estar frio para a montagem dos sushis, esquentamos o arroz das tigelas do gyudon no microondas. Tem certeza que suas tigelinhas possam ir ao microondas.
  12. Distribua a carne (com ou sem o ovo) e o molho formado nas tigelas.
  13. Sobre a carne ainda quente polvilhe o queijo picado e ralado. O calor da carne irá derreter o queijo.
    GYUDON; bife bowl ou bacia de carne; comida japonesa; temaki; sushi;
  14. Enfeite com o gengibre vermelho a gosto (não usamos).
  15. Sirva em seguida.
    GYUDON; bife bowl ou bacia de carne; comida japonesa; temaki; sushi;
Gostaram da receita de hoje? Espero que sim. Aqui em casa foi super aprovada.
GYUDON; bife bowl ou bacia de carne; comida japonesa; temaki; sushi;
Foi um almoço completo com outras delícias que já ensinei em outra postagem. Huuummm, bom demais! 😋
GYUDON; bife bowl ou bacia de carne; comida japonesa; temaki; sushi;
GYUDON; bife bowl ou bacia de carne; comida japonesa; temaki; sushi;
👀 Confiram no link abaixo e vejam as receitas e o modo de fazer.
http://teresacintra.blogspot.com.br/2015/05/sushi-maki-carioca-temaki-nigiri-sushi.html. Outras informações complementares podem ser obtidas no link   http://teresacintra.blogspot.com.br/2016/01/almoco-japonesa.html
Acho que só falta mostrar como se faz o camarão. Eu vou ficar devendo para vocês. Aguardem.
Se vocês fizerem não deixem de me enviar as fotos. Vou colocá-las na atualização do link. 
Beijocas e até a próxima postagem que pode ser de artes, guloseima ou companhia (viagens, passeios, pensamento, dicas, ...,).😚💋
BOM APETITE!!!
Obrigada pela visita. Um abraço carinhoso a todos.
                   Teresa Cintra

quinta-feira, 20 de abril de 2017

PROTETOR DE SOFÁ E ALMOFADÕES

Olá, estou em dívida com vocês eu bem sei.
Este ano parece que os dias encurtaram. 
Aff, cada dia aparece algo novo e inesperado. Algumas surpresas boas, outras nem tanto. 
E o tempo que nunca para, escorre entre os dedos.
Isto não é desculpa, é apenas a constatação de um fato.
Hoje irei postar como fiz um protetor e providenciei novos almofadões para um sofá. Lembram-se daquele pequeno apartamento que colei tecido em uma coluna e troquei o estofado de algumas cadeiras? 
O sofá estava meio sofrido e sem graça. Mas, não era o momento para trocar o estofado ou comprar outro sofá. Quando falo em momento, refiro-me ao estado do estofado (que ainda suporta alguns dissabores), bem como ao momento financeiro. Trocar o estofado é um investimento alto e bem trabalhoso. 
Então, eu resolvi ficar no meio termo e fiz um protetor para o sofá no estilo manta e troquei a capa dos almofadões. Quando eu digo, estilo manta, quero dizer que deixe os braços do sofá sem cobertura. Vejam a foto abaixo:
manta para sofá; faça você mesmo; costura; protetor de sofá passo-a-passo; decoração do lar
O protetor cobre o assento e encosto do sofá, podendo ser removido para lavar sempre que for necessário. 
As capas dos almofadões eu fiz com um tecido que combinasse com a capa e o sofá, mas que fosse em um tom mais forte para criar um contraste no conjunto. O corpo do almofadão não tem costura. Ele é fechado com o zíper, formando um tubo. Depois é só costurar as laterais e finalizar com pesponto para estruturar o almofadão.
MATERIAL NECESSÁRIO:
  • Sofá
  • Fita métrica ou régua
  • Tecido encorpado (ideal que seja impermeável) 
  • lápis ou caneta
  • Alfinetes de costura
  • Tesoura
  • Máquina de costura
  • linha que combine com o tecido comprado (eu usei marrom café)
  • 2 fecho éclair (zíper) com a largura do almofadão em cor que combine com o tecido comprado ou que faça um bonito contraste. Dica: como a largura do almofadão é muito grande, comprei o zíper a metro. Neste caso não se esqueça de comprar o cursor com o puxador (A) e os terminais (B) para montar e finalizar o seu zíper.
  • Viés em cor adequada ao tecido (eu usei o mesmo tom do almofadão para fazer um link com o protetor)
PASSO-A-PASSO:
  1. Meça o sofá e os almofadões para dimensionar a quantidade de tecido a ser comprado.
    Para o protetor você irá precisar de 3 medidas: a-) largura do assento do sofá. b-) profundidade e altur
    a do assento. c-) altura do encosto (sem os almofadões) + profundidade do encosto + altura da parte de trás do sofá. Desconte da altura o suficiente para que o protetor não fique arrastando no chão.
    manta para sofá; faça você mesmo; costura; protetor de sofá passo-a-passo; decoração do lar
    Minhas medidas para o protetor (manta): A-) 1,85 metro; B-) 1 metro; C-) 0,90 metro.
    Para os almofadões meça altura (A), largura (B) e profundidade (C)
    manta para sofá; faça você mesmo; costura; protetor de sofá passo-a-passo; decoração do lar
    Minhas medidas para cada almofadão: altura (A): 0,40 metro; largura (B): 0,92 metro e profundidade (C): 0,15 metro.
  2. Escolha o tecido de seu gosto. Para o protetor em estilo manta, eu escolhi um tecido estampado em tons que combinasse com o estofado atual do sofá. A estampa brinca com a linha do horizonte e pode ser usada acompanhando a ourela do tecido
    Para os almofadões eu preferi um tecido de tom mais escuro para formar um contraste e não exagerar na estampa.
    Afinal, além do protetor estampado, a coluna da parede também foi decorada com tecido com estampa de tijolos.
  3. Alguns tecidos encolhem ao serem molhados. Neste caso providencie que o mesmo seja molhado antes de cortar e costurar, para evitar surpresas no futuro.
  4. Corte o tecido para o protetor de acordo com as medidas do seu sofá. Não se esqueça de deixar 1 cm em cada lado para a costura. Dica: O meu tecido tinha apenas 1,40 metros de largura e eu optei por não fazer uma costura no meio do assento. Então, cortei o tecido colocando a ourela na largura do sofá. Desta forma a costura ficou no encontro do assento com o encosto. Costura esta que será coberta pelos almofadões. Mas, isto só foi possível porque o desenho do meu tecido não ficou alterado com a mudança do posicionamento da ourela em relação ao sofá. Cortei portanto, 2 grandes retângulos. Mas, se o seu tecido tiver a largura de seu sofá, esta costura não será necessário. Neste caso basta cortar um grande quadrado ou retângulo de acordo com suas medidas.
  5. Costure as duas partes do protetor. Para que a costura ficasse bem firme e não viesse a desfiar no futuro eu costurei da seguinte forma. Coloquei avesso com avesso e passei uma costura reta juntando as duas partes pelo lado direito.
    Depois virei para o avesso, dobrando na costura feita. Fixei com alfinetes e passei outra costura reta, escondendo a costura anterior. Se for o caso corte antes os fiapos do tecido.
    Finalmente, virei novamente para o direito do tecido e fiz um pesponto duplo para fixar a costura no lugar.
  6. Costure o viés contornando o protetor. Tenha cuidado com o acabamento nas quinas.
  7. Prontinho o protetor está pronto para ser colocado no sofá.
    manta para sofá; faça você mesmo; costura; protetor de sofá passo-a-passo; decoração do lar
  8. Corte os almofadões deixando um centímetro em cada lado para a costura. Na parte onde será costurado o zíper, deixe dois centímetro para a sua fixação. Veja como eu cortei cada almofadão do sofá:
  9. Costure o zíper com costura invisível. Junte direito com direito onde ficará o zíper.
    Regule o ponto da máquina o mais largo possível e passe uma costura reta com o ponto largo.
    Abra a costura e fixe com alfinetes. Se preferir passe com ferro quente para abrir a costura.
    Posicione o zíper sobre a costura e prenda com alfinete. Tome cuidado para posicionar o zíper com o seu lado direito em contato com o tecido.
    Troque a sapatilha do pé calcador para o pregador próprio para zíper. Normalmente a máquina vem com algumas peças extras. Caso você não tenha, procure nos armarinhos um que seja compatível com sua máquina.
    Regule a máquina para pregar zíper conforme o manual da mesma. A largura do ponto deve ser alterada conforme indicação do manual.
    Costure prendendo o zíper ao tecido. Faça uma costura dupla de cada lado do zíper.
    Vire para o lado direito e solte a costura inicial que uniu os dois lados do tecido. Aquela costura com o ponto largo. De tal maneira a descobrir o zíper.
  10. Coloque o cursor com o puxador e os terminais do zíper. Use uma chave de fenda ou a ponta de uma tesoura para dobrar os ganchos dos terminais. Corte o excedente do zíper com uma tesoura. 
  11. Vire o avesso para fora e deixe uma pequena abertura do zíper por onde irá revirar a capa do almofadão novamente para o lado direito, após costurar as laterais. Dica: veja na foto abaixo como, até este momento, o almofadão fica com o aspecto de um tubo. O que irá dar a forma retangular do almofadão será as laterais e o pesponto nas marcações feitas no verso do tecido. Naturalmente que o pesponto será pelo lado direito.
  12. Junte as laterais da almofada com alfinete e depois alinhave. Respeite as marcações a lápis feitas anteriormente. Para facilitar a união e o tecido não repuxar, dê pequenos piques nos cantos. Dica: Eu sempre corto as laterais um pouco maiores para evitar surpresas. É sempre mais fácil cortar o excesso do tecido do que perder a peça por erro de medida.
  13. Faça uma costura reta nas laterais.
  14. Vire a capa do almofadão pela abertura do zíper.
  15. Para estruturar o almofadão, abra totalmente o zíper e dobre a capa nas marcações feitas a lápis no avesso. Use alfinetes para facilitar o trabalho.
    Use alfinetes para marcar em toda a volta da capa.
    Passe uma costura estreita em todo o contorno da capa. Tenha cuidado com os cantos.
  16. A primeira capa do almofadão está pronta. Faça a outra exatamente igual a primeira.
  17. Abra o zíper totalmente e coloque o enchimento dentro. Eu reaproveitei o enchimento anterior. Acomode a almofada para que o enchimento fique por igual.
    manta para sofá; faça você mesmo; costura; protetor de sofá passo-a-passo; decoração do lar
Espero que tenham gostado e se animem em fazer. Qualquer coisa é só perguntar, irei responder assim que puder.
Vejam alguns trabalhos anteriores:
 CAPA PARA ALMOFADA
 CORTINA COM TECIDO BLACKOUT (corta-luz) para quarto
 CORTINA PARA SALA DE ESTAR COM TRILHO MAX
 CAPA PARA TECLADO
CAPA SOB MEDIDA, PESPONTADA E ACOLCHOADA PARA CABECEIRA DE CAMA









Mil bjs e um abraço carinhoso a todos meus amigos, visitantes e seguidores.

Para quem se animar: 

BOA SORTE e SUCESSO NOS TRABALHOS!

Obrigada pela visita!!!